Tycho no Brasil: Para Ver Ao Vivo

Músico e designer mostrará em São Paulo sua arte que vai além do som

 5,057 total views

Tycho é um daqueles nomes que nem todo mundo já ouviu, mas quem conhece curte devocionalmente. Daí a notícia de sua vinda ao Brasil ser algo a se comemorar por admiradores da música contemporânea em geral – afinal, quem curte sons sinestésicos e ligados não só ao nosso tempo, mas também a outras linguagens artísticas, é um fã em potencial do trabalho de Scott Hansen.

Ele é também o homem por trás do projeto ISO50, seu trabalho como designer gráfico, e seus dois pseudônimos estão sempre em diálogo para traduzirem juntos o universo imaginário criado pela mente artística de Hansen das capas de discos aos vídeos, ao mesmo tempo em que cria uma música bastante visual e desenhos cheios de volume e ritmo.

Felipe Pereira, da banda Peartree, fã assumido do trabalho de Hansen, comenta que “por ser designer, Scott não pensa a música só como música, mas como uma experiência audiovisual que ele pode compartilhar com o seu público” em um cuidado que ele descreve como “muito atencioso”, e completa que “Tycho é o seu filho querido. Ele o trata como tal e isso acaba refletindo no som”.

“Hoje em dia, as pessoas tem valorizado artistas produtores, aqueles que tratam sua arte com uma real importância, que prestam atenção em todas as etapas”, comenta Zé Lanfranchi (P A R A T I e Cabana Café), “Kevin Parker é uma prova disso, e acho que o Tycho está nesse time também”. Para o músico paulista, o trabalho de Hansen, com um grande capricho não só nas gravações, mas também ao vivo (assim como a dupla inglesa Jungle), revela a obra assinada pelo artista. “Isso inspira”, completa.

“Apesar de toda estética, sinto que a música do Tycho sempre segue um caminho livre”, revela Zé, “nunca sei se ela vai acabar na próximo compasso ou se vai seguir por mais centenas. Parece um organismo vivo, e isso me encanta”. Já pra Felipe, o que mais chama a atenção é que “os timbres são lindos, as melodias são simples, mas sempre muito bem pensadas, o som sempre trazendo consigo uma característica etérea e os synths são absurdamente nostálgicos”.

Tudo isso é consequência do que Hansen faz há mais de uma década, começando como um projeto solo e ganhando uma dimensão muito maior com os outros músicos no palco e as projeções, que expandem os sentidos das suas composições para quem pode experimentá-las ao vivo.

É essa a chance que os brasileiros terão em 28 de maio em São Paulo, a de uma experiência sensorial que vai além da própria música, em uma atitude artística e multimídia que não tem como não curtir. Os ingressos estão à venda pela plataforma Sympla.

 5,058 total views

ARTISTA: Tycho
MARCADORES: Conheça

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.