Uma Só Música para um Filme Inteiro

“How It Ends”, da DeVotchka, foi desmembrada em diversas faixas para compor toda a trilha do filme “Pequena Miss Sunshine”

4,874 total views, no views today

São poucas as trilhas-sonoras feitas originalmente para um filme que conseguem ser tão marcantes a ponto de ficarem gravadas na memória como parte integral dele. É o caso de Pequena Miss Sunshine (Little Miss Sunshine, 2006), uma comédia pra lá de simpática que teve sua música feita pela banda norte-americana DeVotchka, que “desmembrou” sua composição How It Ends em diversas outras faixas, em parceria com o compositor canadense Mychael Danna.

O envolvimento da música com a produção foi tanto que dizem que os diretores (Jonathan Dayton e Valerie Farris) compraram iPods com os álbuns da banda para o elenco ouvir nos intervalos das filmagens. Desde a primeira cena, já pode-se notar como a trilha dá o tom certo para este road movie que conta a história de uma família (super) problemática que viaja em uma Kombi até a Califórnia para a pequena Olive participar do concurso de beleza mirim do título.

É o tipo de filme que conta com um ensemble cast, um elenco numeroso no qual não há um personagem que se destaque na narrativa como o grande protagonista. Nisso, a música entra também como coadjuvante, acompanhando os familiares em cada momento de sua saga. Além do quê, a ideia de uma única música ter gerado várias outras tem tudo a ver com a temática familiar da obra.

Para essa ambientação coletiva, o tom Folk das composições calorosas e envolventes da banda caiu muito bem. Ao invés de compor um leitmotiv (uma melodia que se repete ao longa da obra), as músicas que saíram de How It Ends repetem acordes e timbres em frases musicais, no geral, longas e muito agradáveis. Isso faz com que a beleza da trilha se estenda também para muito além do filme.

DeVotchka – How It Ends

Completam o repertório duas músicas já antes lançadas de Sufjan Stevens, No Man’s Land e o grande hit Chicago, que se encaixam muito bem com as faixas da DeVotchka, novamente pelos timbres usados pelo artista, além de serem trabalhos com sonoridades nem sempre tão semelhantes, mas que combinam de alguma forma.

A pegada feel good de Pequena Miss Sunshine, que consegue colocar um sorriso no rosto até dos mais mal humorados, se repete a cada execução de sua trilha – perfeita para acalorar qualquer dia cinzento.

Sufjan Stevens – Chicago

DeVotchka – You Love Me

DeVotchka – Till The End of Time

4,875 total views, 1 views today

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.