Vivian Girls: 1 banda, 3 garotas e mais 6 projetos

Conheça os vários projetos paralelos das garotas do trio, que sempre carregam em si toques características do trabalho original

 4,055 total views

Poucas bandas, ainda mais contendo apenas três integrantes, se ramificaram para tantos lados em projetos paralelos quanto esta: Frankie Rose, Cassie Ramone e Kathy Goodman, ao longo do tempo, foram surgindo no mundo da música junto de outro artistas, seja em novas bandas ou em seus projetos paralelos a Vivian Girls.

Frankie Rose

A vivian-girl com maior número de aventuras fora do grupo é a ex-baterista Frankie Rose. Sua carreira pode ser colocada numa linha do tempo que começa em 2007, ano em que, junto a Kathy e Cassie, formava a Vivian Girls.

Mas, falando dos projetos paralelos, temos no ano seguinte a entrada de Frankie no Crystal Stilts assumindo as baquetas da banda novaiorquina, que mistura o Post-Punk com doses de psicodelismo e rock de garagem.

Rose ficou no comando da bateria do dos dois grupos simultaneamente, época em que a mesma chegou a dizer que gastava seus dias em estúdio e as noites em shows, ficando em um ritmo frenético. Tal rotina só iria se acalmar quando, ainda em 2008, deixou a Vivian Girls, dando seu lugar a Ali Kohler, que, entre uma inda e vinda do Best Coast, dando lugar temporário a Fiona Campbell, retornou ao trio feminino no final de 2011/início de 2012 e por lá se mantém até hoje.

Em 2009, foi a vez de Frakie sair do Crystal Stilts e ingressar em uma nova empreitada musical, sendo uma das fundadoras de mais um grupo que, assim como sua banda original, era formado apenas por mulheres: Dum Dum Girls. A banda seguia com uma sonoridade similar a Vivian Girls, mas com toques mais pesados e crus. Frankie deixou de ser uma dum-dum-girl em 2011.

No mesmo ano da formação do Dum Dum Girls, seria a hora de tomar seu rumo pessoal com seu projeto solo, Frankie Rose and the Outs, no qual se mantém até hoje, tendo seu último lançamento no ano passado com o disco Interstellar, que foi muito bem recebido.

Kathy Goodman

A baixista “Kickball” Kathy também buscou outros caminhos além de sua banda original para expor sua música. Mais econômica que Frankie, ela possui em seu currículo apenas dois projetos. O primeiro deles foi formado em 2008. Trata-se do All Saints Day, que resultou em apenas um disco e que trouxe uma musicalidade Chillwave praieira com Lo-Fi.

Essa atmosfera mais tranquila, que se distancia do ar mais “sujinho” de Vivian Girls, também vemos no projeto solo de Kathy, no qual ela assume o nome artístico de La Sera. Nele, vemos um Indie Pop/Dream Pop com melodias mais calmas e eventuais referências ao som do trio, porém de maneira bem mais suave.

Cassie Ramone

A mais nova a partir para projetos paralelos é Cassie, que formou em 2009, junto a Kevin Morby (Woods), a The Babies. A banda aposta bastante em um som mais Pop e que se veste com uma roupagem Lo-Fi. Com o primeiro disco de estúdio, Our House On The Hill lançado ano passado, vemos uma musicalidade não muito firme e ele se mostra, dentre os projetos das demais integrantes do Vivian Girls, como o mais frágil musicalmente falando.

Mesmo com seus diferentes projetos, percebemos o “toque vivian-girl” presente: um melódico que oscila entre um som cru e garageiro e o doce com uma atmosfera Lo-Fi. É muito por causa dessa mistura da banda que vemos vários projetos paralelos, nos quais, em cada um deles, vemos um pouco desses elementos mais saltados e evidentes.

 4,056 total views

Autor:

Marketeiro, baixista, e sempre ouvindo música. Precisa comer toneladas de arroz com feijão para chegar a ser um Thunderbird (mas faz o que pode).