Yearbook of Techno: Victin

O DJ é mais um aluno da “Escola do Techno”

345 total views, no views today

Fotos: Eduardo Urzedo/Monkeybuzz

João Victor Almeida Magalhães, 29 anos, do Rio de Janeiro, já foi escoteiro e faixa roxa em Karatê.

Daqui dez anos, eu…

Imagino que eu já esteja em um lugar mais de conforto, com mais estabilidade na vida. Sei que a idade agora [30 anos] você já começa a ter um peso, mas é isso.

Se eu pudesse escolher um poder seria…

Teletransporte.

Se eu fosse dominar o mundo…

Na situação que a gente está hoje, acho que perdemos um pouco de igualdade. Tem pessoas que estão ali, outras tão aqui e o mundo está com essa rachadura/subdivisão. Gostaria que as pessoas estivessem mais unidas, compaixão.

No meu baile de formatura eu quero entrar com…

Com a Cashu, ia ser o máximo.

E na entrada do baile eu quero ouvir…

Mina – “Ancora Ancora Ancora”. É uma música de uma cantora italiana, que já foi jornalista e tal. É mega “caliente”. Num ápice de mais bêbada ia ser tudo!

O meu look perfeito do baile seria…

Pelado.

E vou servir o ponche batizado para…

O meu booker, o Victor.

Na Escola do Techno o meu grupo é…

Claro que a galera do fundão que fica fazendo farra.

O maior mico que eu já passei em uma festa foi…

Quando estava em Berlim, tocando um b2b com a Linda Green. Na hora que eu fui virar a música, flatulei e me caguei inteira. Estava de macacão, um pouco louquinha já e aconteceu. Sorte que eu não me sujei tanto, me limpei toda e voltei como se nada tivesse acontecido. Só que eu comecei a entrar em uma paranoia de que eu estava fedendo, mas não estava, se não todo mundo ia comentar. Até perguntei pra Amanda Mussi: “Bee, então, aconteceu e tal. Tá sentindo um cheiro estranho?”. Fiquei uns 10 minutinhos, entrei na noia e fui embora. Nem toquei.

O clube que eu fundaria na Escola do Techno…

É o que tivesse festa todos os dias, 24 horas por dia. Que as pessoas conseguissem ir e vir, a festa ainda estaria rolando lá.

Eu sou o orgulho da minha família e dos meus amigos, porque…

Sou muito transparente e extrovertido. Sempre tento tirar sorriso das pessoas. Então, acho que elas gostam disso em mim. Sempre acho algo bom em algo ruim. Levanto, de alguma forma, a autoestima das pessoas que estão a minha volta, mais delas do que de mim mesma.

346 total views, 1 views today

ARTISTA: Victin