Lava La Rue, My Girlfriend, Kornél Kovács e mais…

O Monkeyloop é uma seleção do que passa pelos ouvidos da redação do Monkeybuzz. Hoje: balada chic, psicodelia vintage, rap inglês e eletrônico paulistano!

288 total views, 4 views today

Lava La Rue – Stitches

Lava tem uma capacidade ímpar em mostrar muito de seu mundo em tão pouco tempo. Em apenas 25 minutos, a jovem rapper londrina fala sobre política, amor e amizade através de bons jogos de palavras e um flow tipicamente inglês, com aquele pezinho no Grime vindo da terra da rainha. Conseguir mostrar muito de si, é também mostrar muita versatilidade e ecletismo. Nove músicas formam a mixtape, sendo que cada um tem um direcionamento: “Burn” abre o disco revelando parte da ascendência jamaicana, “Twenny Hour” e “Phoney” brincam com a tendência do Trap, “TLSL” e “MOSCHINO IN 83” adentram terrenos mais próximos ao Pop e R&B, “Grape Soda Interlude” convida o ouvinte a entrar num terreno mais experimental, tendência seguida por “Spiral” e “Lilo” (esta última ainda adicionando temperos do Grime). La Rue tem um grande potencial e se mostra um nome a se prestar atenção nos próximos anos. (Nik Silva)

Kornél Kovács, Rebecca & Fiona – Stockholm Marathon

Se for para descrever em pouquíssimas palavras o novo disco de Kornél Kovács com Rebecca & Fiona, o jeito é resumir em “balada chic”. Nada aqui é declaradamente feito para as pistas. É dançante, mas com parcimônia e elegância de modo que funcionam em outros ambientes para além do fervo. Destaque para as vozes do duo formado por Rebecca Scheja e Fiona FitzPatrick que só somam à produção. (Pedro João)

The Apples In Stereo – Her Wallpaper Reverie

Há exatos vinte anos, o mundo não conhecia Tame Impala nem toda a comoção com a Psicodelia que esta nossa década atual testemunhou. Longe deste cenário, a banda norte-americana apresentou uma proposta ousada: Ter sete músicas cercadas de oito faixas curtinhas com o mesmo leitmotiv – ou seja, o mesmo tema melódico sendo repetido ao longo do álbum. Her Wallpaper Reverie pode não ter sido tão bem recebido na época, mas, em 2019, encontra ouvidos mais acostumados à estética psicodélica e experimental. Uma dica certeira para quem gosta de música nostálgica (as referências a The Beatles e The Beach Boys são inúmeras) e para quem ainda não ingressou na discografia da banda The Apples in Stereo, da qual este é o terceiro lançamento dentre seus sete álbuns. (André Felipe de Medeiros)

My Girlfriend – Apron EP

Pedro Zopelar e Benjamim Sallum começaram tocar ao vivo em 2016, quando o segundo tinha apenas 15 anos. Naquele ano, eles realizavam suas performances baseadas no icônico vídeo “My Girlfriend Is Programming The Roland TR-909, Making a House Beat”. Assim surgiu Apron EP, uma compilação de seis faixas influenciadas pelo Funk, House e o Neo-Soul – todas com um toque brasileiro que casa perfeitamente o som. Zopelar e Benja condensam as produções mais frescas e dançantes do cenário musical atual de São Paulo. Difícil ficar parado quando se aperta o play desse registro. (Ana Laura Pádua)

289 total views, 5 views today

Autor: