Ouça: Glue Trip

Duo de João Pessoa cria um misto psicodélico embebido de muita brasilidade em faixas consistentes e extremamente acessíveis

 7,860 total views

O que mais chama a atenção ao ouvir o som do duo paraibano Glue Trip é a grande flexibilidade e acessibilidade vindas de um som altamente experimental. Ao mesmo tempo em que os arranjos e vocais são baseados na Psicodelia, a dupla sabe trazer à sua sonoridade um quê do Pop, o que resulta em algo extremamente fácil aos ouvidos.

Sem se apegar a um estilo ou vertente especifica, Lucas Moura e Felipe Augusto desbravam territórios do Dream Pop, Dub, Samba, Soul, Hip-Hop e outros tantos gêneros que são amalgamados em uma ótima mistura que bebe de muitas fontes estrangeiras, mas que também mostra muita brasilidade. O duo consegue dialogar muito bem esse misto com a Psicodelia e arquiteta-las em suas faixas através de acordes simples e melodias pegajosas.

“Atualmente, posso dizer que seguimos uma veia Pop com uma dosagem de Psicodelia, mas isso pode mudar com o tempo ou com o que estiver passando pelas nossas cabeças”, nos explicou Lucas.

Glue Trip – La Edad Del Futuro

Inicialmente surgida para satisfazer as experimentações de dois entusiastas das guitarras, a dupla começou há quase dois anos, brincando e experimentado com o instrumento. Esse flerte com as cordas pode ser notado nas primeiras faixas divulgadas em seu Soundcloud. Nelas, mesmo experimentando com diversos gêneros e sonoridades, são elas (as guitarras) que conduzem as faixas.

E foi nesta época que Lucas e Felipe lançaram seu primeiro EP, contendo as faixas Tropikaoss e Júlio – duas jams viajadas contendo traços do Dream Pop, da Psicodelia e, por que não, um pouco da Tropicália.

Glue Trip – Tropikaoss

Glue Trip – Júlio

No início deste ano, o duo decidiu seguir por caminhos um pouco mais Pop e compôs Elbow Pain, faixa decisiva para a mudança na sonoridade da dupla. Ela traz um suingue gostoso e violão ao invés da guitarra. O resultado é uma música mais orgânica e que ganhou, pela primeira vez, o acompanhamento vocal – com algo que lembra Damon Albarn em algumas das faixas do Gorillaz.

Glue Trip – Elbow Pain

A partir daí surgiram novos horizontes a serem explorados pelo duo, que decidiu lançar uma faixa por mês e, no fim deste período, criar seu primeiro álbum compilando as doze faixas em um disco. “Ele vai representar essa nova fase que iniciamos em 2013, o apego ao Pop e o nosso amadurecimento musical/pessoal no decorrer desse ano. Não criamos nenhum conceito para unir as canções, deixamos a coisa simplesmente fluir”, nos contou o músico.

Glue Trip – Birds Singing Lies

Ainda não há uma confirmação de datas ou mais detalhes sobre a nova obra, mas é esperada ainda para este ano a compilação das faixas que forem saindo ao decorrer do ano – todas devidamente reportadas ao longo dos próximos meses.

 7,861 total views

ARTISTA: Glue Trip
MARCADORES: Ouça

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts