Ouça: Milo Greene

Quinteto californiano de Indie Folk aposta em belas harmonias vocais para criar seu diferencial

 3,523 total views

O Indie Folk tem se mostrado cada vez mais um território muito fértil para novos artistas e, nos últimos tempos, as novas safras estão se revelando muito boas. Um dos expoentes desse novo e revitalizado estilo é o alter-ego de um quinteto californiano que recebe o nome de Milo Greene.

A banda tem uma característica muito única e marcante, o que a destaca dentro de um estilo tão plural e diversificado. De cinco integrantes, quatro, além de tocar seus instrumentos, dividem os vocais e, juntos, criam um mosaico de vozes que tem um efeito incrível em suas músicas. E essas belíssimas harmonias vocais são, sem dúvida alguma, um dos principais destaques na sonoridade deste quinteto.

Outro ponto forte deste grupo é a instrumentação, que consegue acompanhar perfeitamente o componente vocal, crescendo ou diminuindo nas horas certas e, quase sempre, explodindo nos refrãos, deixando as músicas com uma cara bem Pop. Isso ajuda a torná-las ainda mais agradáveis e fáceis, as transformando em uma daquelas canções que, depois de ouvir poucas vezes, você já tem guardada na cabeça melodia e refrão, e que você vai se flagrar cantando debaixo do chuveiro ou enquanto anda pela rua.

A história sobre o nome do grupo data ainda da época em que os integrantes estavam na faculdade e se correspondiam usando esta alcunha. Mesmo após o termino dos estudos e de uma momentânea separação, o nome se manteve e quando o quinteto resolveu se reunir para de fato formar a banda, esse foi o título mais apropriado para batiza-la.

Esse reencontro aconteceu no começo deste ano e logo o quinteto já estava em estúdio para gravar seu primeiro álbum, que foi lançado em Julho. Com boas críticas e uma boa aceitação do público, a banda chegou a apresentar músicas do álbum nos programas de David Letterman e Conan O’brien, dois dos shows de maior audiência nos Estados Unidos.

Juntamente ao disco, a banda idealizou um curta para acompanhá-lo. Gravado pelos próprios integrantes e alguns amigos convidados, o vídeo tem como cenário a terra natal do grupo. O filme, que recebe o nome de Moddison, título de uma das faixas instrumentais do álbum, traz tanta sinceridade e simplicidade quanto o próprio disco, se tornando um complemente muito interessante para ele.

Com a sensibilidade Pop de Fleetwood Mac e a espontaneidade Indie do Local Natives, a Millo Greene tem em suas mãos um potencial muito grande e um primeiro trabalho sólido que mostra caminhos não muito usuais, mas que são muito bem explorados, criando uma receita única.

 3,524 total views

ARTISTA: Milo Greene
MARCADORES: Ouça

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts