Ouça: Pond

Este quinteto, formado por alguns integrantes do Tame Impala, expande seus horizontes e se aventura por terrenos lisérgicos, se revelando como um dos novos expoentes da psicodelia australiana

3,178 total views, no views today

O Pond é um dos mais novos expoentes da Psicodelia australiana. Formada em 2008 por Joseph Ryan (Mink Mussel Creek), Nick Allbrook (Tame Impala, Mink Mussel Creek) e Jay Watson (Tame Impala) a banda não consegue não ser associada à Tame Impala, mesmo com uma sonoridade menos roqueira e explorando sonoridades bem diferentes. Já que é para comparar, posso dizer que o Pond pode ser considerado a versão aventureira dessa banda.

A sonoridade do grupo é descrita como um “Lo-Fi Psicodélico Tropical” e, de fato, existem todas essas referências e muitas outras em seu trabalho – um pouco de Noise, com chiados e feedbacks, pinceladas aqui e ali do mais puro Rock and Roll setentista e experimentações com o Funk, tudo isso filtrado pelo Pop que deixa sua Psicodelia altamente acessível. Se o MGMT tivesse seguido esses passos ao invés de seguir o que fizeram em Congratulations, hoje poderiam ser uma das bandas mais legais do mundo.

Em seus primórdios, o trio aceitava quem quisesse tocar na banda, sendo que seu segundo disco, Corridors of Blissterday (2009) foi gravado por nada menos que oito músicos em incríveis cinco dias. Já em 2010, a banda resolveu flertar como o Pop Funk, como em Hole In The Sky notam-se ecos de nomes como Prince destilados na mais pura psicodelia.

Hoje, a banda se consolidou como um quinteto com a entrada de Cameron Avery (bateria) e Jamie Terry (teclado e outros instrumentos). Em março, lançou seu quarto disco, Beard, Wives, Denim, que pode ser considerado o melhor da carreira do Pond, condensando todas as referências dos anteriores em um só álbum e expandindo ainda mais seus horizontes.

Essa é mais uma banda que comprova a efervescência da nova cena australiana ao lado de The Laurels e Tame Impala, que mostram os novos rumos da Psicodelia e ajudam o gênero a, mais uma vez, fazer parte de um cenário importante como foi na década de 70.

Fantastic Explosion Of Time

You Broke My Cool

3,179 total views, 1 views today

ARTISTA: Pond
MARCADORES: Ouça

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts