Ouça: Yazmin Lacey

Com força na medida certa, cantora acerta ao escolher os timbres que acompanham seu vocal

613 total views, no views today

A mão chega a coçar de vontade de já chegar usando umas palavras que guiem diretamente seu primeiro contato com Yazmin Lacey, se for esse seu caso. Só que, como custuma acontecer com os artistas mais interessantes, as classificações mais diretas podem explicar com certa precisão o seu som, mas deixam escapar diversas nuances da sua musicalidade.

Pois bem, Yazmin é dona de uma voz acalentadora, que sabe exibir potência sem qualquer tipo de exagero. Isso é, por si só, suficiente para criar canções marcantes e envolventes, do tipo que você começa a escutar e quer passar uma tarde inteira só ali. Para além das tais classificações que seu som recebe ou pode receber, saiba que essas qualidades são algumas das que fazem você querer colocar seus discos no repeat ao invés de se perder em playlists de artistas semelhantes.

A britânica de Nottingham é mais uma das musicistas de hoje que sabem trabalhar a estética do Neo-Soul sob forte influência do Jazz. Seus EPs (Black Moon, de 2017, e o recém-lançado When the Sun Dips 90 Degrees) mostram o som refinado, que prioriza os bons timbres e a dinâmica entre cada um dos instrumentos, e o potencial que ele atinge com o vocal tão acalorado da cantora.

Se você ainda não deu o play e quer sacar melhor, é como uma Jill Scott de começo de carreira (sem as explosões de voz de “diva”, sabe?) produzida por um Kamasi Washington. Há um lado Pop e emocional bastante natural do Neo-Soul (pense em Lianne LaHavas), mas também aquele jeitão que não tem medo de experimentar (tipo BadBadNotGood, por exemplo). E se esses quatro nomes citados têm pouco a ver entre si, nenhum deles está lá tão distante do trabalho da cantora.

O que temos no fim é um som tão caprichado quanto amigável, sempre contemporâneo e original. Yazmin Lacey é aquela trilha sonora que você não sabia que estava procurando para deixar tocando enquanto lê alguma coisa, cozinha o jantar ou passa tempo com alguém, com sua voz ocupando todo o ambiente – ou seus fones de ouvido – com personalidade e bom teor sentimental.

614 total views, 1 views today

ARTISTA: Yazmin Lacey
MARCADORES: Ouça

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.