Resenhas

Adebisi Shank – This Is the Third Album of a Band Called Adebisi Shank

Terceiro álbum do grupo não inova em sua fórmula, mas impressiona por sua energia incontrolável

 1,173 total views

Ano: 2014
Selo: Sargent House
# Faixas: 9
Estilos: Math Rock, Glitch, Rock Experimental
Duração: 35:28
Nota: 3.0
Produção: Adebisi Shank
SoundCloud: /tracks/153836970

Se existe algo como “caos controlado”, talvez o melhor exemplo seria este terceiro álbum do trio irlandês Adebisi Shank. Nomeado como This Is the Third Album of a Band Called Adebisi Shank, o disco apresenta uma mistura instrumental entre Math Rock, Glitch e Rock Experimental, o que resulta em músicas extremamente urgentes e caóticas.

Recheado com muitas guitarras que seguem os ensinamentos do Math Rock (com tempos assimétricos e técinicas como o tapping), baterias com ritmos quebrados e frenéticos e muitos sintetizadores e vocoders, o álbum pode soar como um encontro entre bandas como Battles, And So I Watch You From Afar e Anamanaguchi. Realmente nada comum ou de fácil deglutição, mas ainda assim extremamente divertido.

O álbum não inova em nada, seja na carreira do trio ou com os estilos exercita, mas certamente consegue levar seu ouvinte a um frenesi. Sua energia incontível é mesmo um dos pontos mais altos e empolgantes do álbum e ela se mostra assim, incontrolável, desde os primeiros segundos da faixa de abertura World In Harmony (um nome no minimo estranho para um grupo com uma sonoridade dessas). Essa música mostra um pouco do teor Chiptune (ou 8-bit) do grupo nos timbres escolhidos para os sintetizadores e guitarras, além dos vocoders e dos trejeitos do Math Rock presentes por todas as partes da mistura.

Por ser um álbum puramente instrumental, cada faixa tem que encontrar seu prórpio caminho para se expressar e não soar como outra do disco. O desafio é cumprido em suas nove músicas, que exploram, cada uma, possibilidades diferente dentro da proposta dessa mistura do grupo. Turnaround, por exemplo, transforma seus sintetizadores em algo próximo a um acordeon plugado algum painel de efeitos; Mazel Tov brinca com os saxofones e com um clima oitentista; Sensation pode lembrar um pouco o que Foals fazia no começo de carreira, porém bem mais acelarado e com diveros samples; Voodoo Vision deve agradar os fãs de ASIWYFA, principalmente os que gostaram de All Hail Bright Futures.

A princípio, This Is the Third Album of a Band Called Adebisi Shank pode até parecer um disco complicado de entender, mas no fim das contas ele se torna altamente divertido e garante uma audição leve. Um álbum que recomendo memso a quem não é um fiel fã do estilo.

 1,174 total views

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts