Resenhas

Alex Calder – EP

Pupilo do guitarrista Mac Demarco lança seu primeiro EP. Será que vale a sua audição? Confira aqui.

 2,700 total views

Ano: 2013
Selo: Captured Tracks
# Faixas: 7
Estilos: Lo-Fi, Indie Rock, Surf Music
Duração: 20:00
Nota: 2.5
Produção: Alex Calder
SoundCloud: /playlists/2957419

Alex Calder é a mostra de que um estilo musical ou artista deu certo. Parceiro e inspirado por Mac Demarco, dono de um dos discos mais escutados pela nossa redação, o jovem guitarrista segue a linha de Lo-Fi misturado ao Surf Music. No entanto, o seu trabalho consegue ser interessante em Time EP?

Logo de cara, vemos uma clara semelhança entre os “irmãos” voz, timbre do instrumento e atmosfera. Vemos a mesma associação entre guitarra e melodia, em que um segue o tom do outro em Suki and Me. A estrutura dominada por Mac, riff inicial e quebra de ritmo enquanto o ouvinte sonha, também ocorre em Light Leaves Your Eyes.

Canções vão sendo tocadas no curto EP e, aos poucos, temos a sensação de que estamos diante de uma versão piorada de Mac, uma mera cópia genérica de um artista que, apesar de novo, mostra imenso potencial. Tal fato é recorrente no Indie Rock, em que bandas e artistas mudam de direção ao notarem que talvez o som que estejam fazendo não seja comercial ou bem aceito pelo mercado. Não estou dizendo que isso ocorre com Alex, mas o que posso afirmar é que para uma inspiração se tornar certeira, ela tem que ser no mínimo original ou ter “vida própria”.

Infelizmente não vemos muitos sopros de originalidade em sua estreia. Location já foi escutada por aí e Fatal Delay é quase um lugar comum. Duas faixas se destacam quando Alex tenta, ao menos, ter uma inspiração diferente: Time e Lethargic. A primeira é uma versão moderna de The Police, tente não pensar na banda no riff inicial para depois tudo ser puramente uma viagem hipnotizante, assim como Lethargic, com seu violão, e melhor momento de voz do músico.

Sabe quando voce aluga um filme e a história se repete, estruturas são semelhantes e até a piada parece curiosamente recorrente? É isto que acontece com Time EP, você recebe a notificação do iTunes que tal artista combina com outro, faz o download e percebe que era melhor ter ficado com aquele disco antigo mesmo. Alex Calder, ao final, só enaltece Mar Demarco e mostra que não adianta copiá-lo, tem que superá-lo.

 2,701 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Surfer Blood, Mac Demarco, Best Coast
ARTISTA: Alex Calder

Autor:

Economista musical, viciado em games, filmes, astrofísica e arte em geral.