Resenhas

Banks & Steelz – Anything But Words

Projeto colaborativo entre Paul Banks e RZA nasce com ares de superprodução

 1,740 total views

Ano: 2016
Selo: Warner Bros
# Faixas: 12
Estilos: Indie, Hip-Hop
Duração: 55:14
Nota: 3.5
Produção: Paul Banks, RZA, John Hill, Kid Harpoon, Ari Levine, Andrew Wyatt

Em 18 de outubro de 2005, o coletivo [Wu-Tang Clan]((https://monkeybuzz.com.br/artistas/wu-tang-clan/) lançava um álbum chamadoWu-Tang Meets The Indie Culture. Sendo essa uma premonição ou não, o fato é que uma parceria entre o músico Paul Banks (líder da banda norte americana Interpol) e o rapper RZA (integrante de Wu-Tang Clan) poderia ser descrita como, no mínimo, improvável. E esta é uma classificação que vem não apenas por conta do contraste entre o universo de cada um, mas também devido a agenda ocupada de ambos. Só para se ter uma ideia, desde que Banks e RZA decidiram por apostar em um projeto em conjunto, o primeiro saiu em turnê mundial com sua banda, enquanto o segundo já lançou dois álbuns, três filmes e uma série de TV. No entanto, três anos após o início do flerte musical entre ambos, assistimos finalmente ao lançamento de Anything But Words, o debute do projeto Banks & Steelz.

A parceria, afinal, soa exatamente conforme poderíamos deduzir: camadas agressivas da harmonia de Banks protagonizadas pelas rimas ácidas de RZA. O projeto, do som até a identidade visual, vem com um aspecto de superprodução. Seja na pose dos dois músicos, seja no produção ampla e cristalina que conseguimos ouvir, o projeto parece pronto para atingir o mainstream.

Isto dito, também não fica difícil de perceber a dimensão Pop de Anything But Words. Basta ouvir seu single principal, Giants, para perceber o como o álbum, mesmo que seja composto de uma união entre o Rock e o Hip-Hop, é feito para soar cativante e pegajoso. Some a isso as participações de peso presentes aqui, que vão de Florence Welsh a Ghostface Killah.

Fica difícil de saber se a afinidade entre integrantes tão díspares seja apenas contratual, ou se sua amizade ultrapassa a conveniencia profissional. No fundo, não importa. É nítida a dedicação dos músicos, que se revela em suas excelentes performances – com destaque para a interpretação de RZA, afiada como sempre -, mesmo que este seja apenas mais um projeto paralelo na ocupadíssima agenda de ambos.

(Anything But Words em uma música: Giant)

 1,741 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Youngr, Towkio, Ghostface Killah
MARCADORES: Hip-Hop, Indie

Autor:

é músico e escreve sobre arte