Resenhas

Bruno Vetz – Other

Músico paulistano mostra-se demasiadamente minimalista em seu experimento Pop

 1,919 total views

Ano: 2015
Selo: Independente
# Faixas: 5
Estilos: Pop, Pop Eletrônico, Lo-Fi
Duração: 17:52
Nota: 1.5
Produção: Bruno Vetz
SoundCloud: /tracks/185403716

Sem tentar parecer antiquado, mas já sendo, tenho pra mim que a Música Pop é construída sob dois pilares. Um deles é o de letras pegajosas e fáceis, daquelas cantaroláveis e que insistem em aparecer em sua mente nas horas mais inoportunas. O outro é uma produção impecável, batidas e melodias, que ficarão presas em sua cabeça por dias a fio mesmo que você não queira. Para mim, esses são os ingredientes de uma boa música no estilo – e que, diga-se de passagem, é extremamente difícil de se alcançar e que justifica às vezes uma equipe de seis produtores para uma só canção.

O novato paulistano Bruno Vetz define sua sonoridade com este gênero, como música Pop, como música comercial – o que falha em atingir em seu novo EP, Other. Seguindo esse guia do Pop, a produção minimalista do músico não se mostra o suficiente para preencher esses requisitos de uma boa canção no estilo. Suas construções são feitas somente com um velho teclado, que gera batidas “monotônicas” e alguns timbres que emulam piano e sintetizador. Simplicidade demais para um estilo que se vende pela sua grandiosidade.

Suas letras, por sua vez, se enquadram neste tal território Pop. Sua música traz bastante do imaginário do estilo, muitas vezes abordando temas amorosos, em alguns momentos de forma clichê, mas que funcionam bem no contexto e que se moldam bem à sua voz quase sussurrada. Liking You é a única faixa em todo o EP em que letra e batidas se complementam e em que essa vertente Pop consegue se construir de maneira mais aceitável.

Chegando ao fim da audição, fico com aquela sensação que o músico ainda tem um longo caminho a percorrer caso queira mesmo adentrar na música Pop. O minimalismo proposto por ele nesta obra já foi testado por nomes como Kanye West, em 808s & Heartbreak, por exemplo, mas o paulistano está bem longe da maestria desenvolvida pelo rapper ao explorar o máximo de seu equipamento em um ambiente de opções limitadas.

Ainda que mais desconexo que Other, o EP N E W, funciona melhor como obra ou mesmo como fonte de músicas mais inventivas, mais experimentais dentro do contexto limitado que seu teclado o oferece. Claramente, Bruno está experimentando formatos, algo comum para quem está começando, e deslizes certamente acontecerão em algum momento. Esta obra foi um deles, mas nada impede que ele se levante e venha ainda melhor em uma novo trabalho.

 1,920 total views

ARTISTA: Bruno Vetz
MARCADORES: Lo-Fi, Pop, Pop Eletrônico

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts