Resenhas

Champu – Demo EP

Coletivo liderado pelo músico e produtor Roger Paul Mason faz uma leve mistura entre o Indie Rock/Pop do Brooklyn e a nossa Tropicália, resultando em um estilo “Brookzilian”

 3,699 total views

Ano: 2013
Selo: Balaclava Records
# Faixas: 6
Estilos: Brookzilian, Indie Pop, Indie Rock
Duração: 16:23
Nota: 3.5
Produção: Roger Paul Mason

Champu é o projeto colaborativo entre músicos norte-americanos e brasileiros (de bandas como Single Parents e Cabana Café) encabeçado pelo produtor Roger Paul Mason e que tem como meta criar uma sonoridade híbrida entre o tropicalismo brasileiro e o Indie Rock/Pop do Brooklyn, criando o que apelidaram de “Brookzilian”. O primeiro fruto desta colaboração é o pequeno EP chamado Demo, que realmente tem esse teor de demonstração da sonoridade e capacidade do grupo, porém aliando uma ótima produção à obra.

A banda sabe dosar muito bem suas referências, as deixando claras sem deixá-las caricatas. Tendências brasileiras como Tropicália, Bossa Nova e MPB estão diluídas em meio ao Indie Rock e Pop e surgem em Demo de forma sutil pelas seis faixas que compõem o pequeno EP. Com acompanhamentos feitos quase sempre por cordas delicadas e uma percussão marcante, as faixas do coletivo tomam forma em um tropicalismo delicado e versátil.

Alarmed abre o disquinho mostrando a fusão da batidas abrasileiradas e melodias ensolaradas típicas do Brooklin. Ela cresce aos poucos apresentando elementos diversos como xilofone, violino e texturas eletrônicas (que aparecerão constantemente nas demais faixas). Ela também apresenta o duo de vocais de Roger e Rita Oliva (vocalista da Cabana Café) que será melhor explorado em All I Do Is Haunt This Hills. Esta segunda música mostra uma dualidade interessante ao apresentar ukulele e solos de guitarra convivendo pacificamente em um contraste agridoce.

A singela Razor Rider cria novamente um belo par vocal. Acompanhada por uma percussão marcante, a faixa mostra também o lado mais Pop do coletivo. Na sequência, Jetty segue para o lado oposto, criando o momento mais roqueiro e cheio de barulho de Demo. Mason arrisca cantar em português em Quinze e ainda que com o sotaque bem carregado, o vocalista não faz feio. Mais uma vez mostrando a dualidade na sonoridade do grupo, a canção tem uma melodia encantadora e pegajosa acompanhada pelas guitarras abrasivas perto do fim da faixa. Não passando da marca de 17 minutos, I Put a Moon There For You fecha o EP com os vocais graciosos de Rita e um clima de Folk experimental à la Sufjan Stevens em Come On Feel the Illinoise.

Logo em seu primeiro EP, o coletivo Champu mostra boas perspectivas para o futuro e já nos deixa curiosos para os próximos trabalhos, ainda mais quando seu líder disse em entrevista recente que pretende abrasileirar ainda mais o som da banda.

 3,700 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Vampire Weekend, Holger, Copacabana Club
ARTISTA: Champu

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts