Resenhas

Dignan Porch – Nothing Bad Will Ever Happen

Com seu som semelhante a bandas como Pavement e Yo La Tengo, álbum traz um material que se assemelha a essas grandes influências

 1,623 total views

Ano: 2012
Selo: Captured Tracks
# Faixas: 13
Estilos: Shoegaze, Lo-Fi, Dream Pop
Duração: 44:10
Nota: 3.0
Produção: Henry Withers, Mark Jasper, Alex Clegg.

Se você é um apreciador daquele som indie/alternativo do início dos anos 90 pode abrir o sorriso ao ouvir esse novo disco do Dignan Porch. O segundo disco da banda, Nothing Bad Will Ever Happen, vem para resgatar a musicalidade do que viria a ser a cena independente do Rock. Fãs de Pavement, Yo La Tengo e Pixies, sintam-se livres para curtir as 13 faixas desse novo disco.

O então quarteto, agora quinteto, vem com um material bem semelhante ao apresentado há dois anos com Tendrils – guitarras dedilhadas e vocais suaves fazendo um Indie Pop/Lo-Fi com um pé no Shoegaze. O que podemos notar de diferença é uma diminuição dessa carga “amadora” do Lo-Fi, tendo faixas melhor produzidas. Seja isso um charme perdido ou não, o que é certo é que a qualidade das faixas não se alterou, mantendo o clima íntimo com o ouvinte. O casamento entre o lirismo das vozes de Josh e Hayley com as guitarras dedilhadas ou tocadas com fuzz continua incrível.

Com exceção da belíssima Pink Oil, que apresenta uma atmosfera mais transcendente, no geral as faixas são bem apaixonantes e vívidas como Pick Up Dust, Darkness e a incrível e sujinha Cancelled TV Shows, todas elas animadas, delicadas e consistentes.

O interessante de Nothing Bad Will Ever Happen é o quanto ele nos remete a um certo saudosismo ao som Indie de vinte anos atrás. Mas, além de nos transportar praquela época, ele faz melhor que isso, supre essa nossa lacuna de uma maneira que, guardadas as devidas proporções, bandas daquela época faziam.

É verdade que Dignan Porch não veio com um disco espetecular de Shoegaze/Lo-Fi, como occoreu ano passado com o disco de estréia do Yuck. Porém, não podemos negar a beleza das faixas desse segundo álbum de estúdio da banda. “Notinhg bad will ever happen”. Sim, é verdade, nada de ruim irá acontecer, apenas o que é bom, que é o lançamento desse disco para o público.

 1,624 total views,  1 views today

BOM PARA QUEM OUVE: Yuck, Yo La Tengo, Pavement
ARTISTA: Dignan Porch
MARCADORES: Dream Pop, Lo-Fi, Shoegaze

Autor:

Marketeiro, baixista, e sempre ouvindo música. Precisa comer toneladas de arroz com feijão para chegar a ser um Thunderbird (mas faz o que pode).