Django Django – Django Django

Se você já imaginou como seria um estilo “Post Indie”, vai se identificar muito com esse disco de Art Pop com uma grande inspiração em Beach Boys, que traz algumas boas qualidades, mas pode ser um pouco cansativo

2,267 total views, 2 views today

Ano: 2012
Selo: Because Music
# Faixas: 13
Estilos: Avant Pop, Indie, Art Pop
Duração: 48:30
Nota: 3.5

Banda que vem para confundir as expectativas do que um grupo Indie deve ser, os londrinos do Django Django surgem com um som que quase poderia ser chamado de “Post Indie”. Seu disco homônimo parece uma visão de Brian Wilson de como as pessoas imaginavam nos anos 50 que o futuro (ou seja, hoje) seria. O animado debut da banda soa como algo desse tipo, sendo ao mesmo tempo uma peça super trabalhada e um disco ingênuo.

O Art pop de Django Django, não consegue se comparar com muitas bandas atuais britânicas e seu som destoa dos grandes lançamentos da terra da Rainha. Esse tom de novidade trouxe um grande hype para banda. O disco demorou mais de três anos para ser lançado, já que a banda vinha trabalhando em seu primeiro registro desde sua criação, em 2009.

As diversas influências e a produção deixaram o álbum com uma aura de novidade. O upbeat de Hail Bop e a contagiosa Default trazem ao disco um tom jovial e uma inspiração pop. Mas, depois de um tempo, os maneirismos podem cansar o ouvinto pelos vocais,efeitos sonoros espaciais e ritmo picado.

Nada usual, mas potente. A combinação de uma sonoridade dançante, com o groove dos baixos e a guitarras alegres tornam o som à primeira vista bem pegajoso. Durante o disco, o andamento das músicas oscila bastante, e o primeiro single, Default, animado com uma linha de guitarra bem agitada bem ao estilo do Duran Duran e TalkTalk, resgata um certo encanto dos anos 80 sem recorrer a nenhum dos clichês da época.

“Got to get to know / Got to get to know” é o mantra repetido inúmeras vezes em Zumm Zumm, música de mais de cinco minutos que fica nesse loop. Hand of a Man traz a clara inspiração nos Beach Boys, em sua cadência e instrumentação, parecendo uma música que Brian Wilson faria hoje em dia.

O Avant Pop do Django Django revestido do encanto que o gênero Pop tem fazem de seu debut algo bem acessível. Tocando um som Indie, mas nem tão Indie assim, o esperado disco da banda consegue um resultado positivo, mas não tão positivo assim.

2,268 total views, 3 views today

BOM PARA QUEM OUVE: Porcelain Raft, Howler, Field Music
ARTISTA: Django Django
MARCADORES: Art Pop, Avant Pop, Indie

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts