Resenhas

Fatima Yamaha – Araya

Produtor holandês lança EP em sequência à sua apresentação no Dekmantel Festival

 1,894 total views

Ano: 2017
Selo: Dekmantel
# Faixas: 3
Estilos: Techno House
Duração: 15
Nota: 3.5
Produção: Bas Bron

Enquanto os ânimos do público do Dekmantel Festival 2017 ainda estavam esfriando após a primeira edição brasileira do evento, o produtor holandês Bas Bron – mais conhecido por seu codinome Fatima Yamaha – revelava ao mundo seu novo EP, de apenas três faixas, intitulado Araya.

Lançado pelo mesmo selo organizador do festival, o pequeno álbum vem na sequência da reedição da faixa What’s a Girl to Do, um exemplar que, adormecido por onze anos, renasceu para se tornar um clássico do Techno. Araya, portanto, aproveita-se da essência de sua antecessora, e une batidas pungentes e marcantes à sintetizadores espumantes e melodiosos.

Dono de um estilo que consegue unir sutileza à uma personalidade bicuda, Bron criou um universo musical que é só seu, mas que nos remete a uma espécie de mistura musical resultante da intersecção entre Jean Michel Jarre, Todd Terje e Lindstrøm. Araya discorre, ao longo de seus 15 minutos, sem atropelos e envolve o ouvinte em sua dinâmica trabalhada no Techno House. Uma homologação da persona distinta de Fatima Yamaha.

(Araya em uma faixa: Araya)

 1,895 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Todd Terje, Lindstrøm, Hudson Mohawke
ARTISTA: Fatima Yamaha
MARCADORES: House, Techno House

Autor:

é músico e escreve sobre arte