Resenhas

Four Tet – New Energy

Produtor entra de cabeça na “vibe” esóterica

 1,754 total views

Ano: 2017
Selo: Text Records
# Faixas: 14
Estilos: Eletrônica, Folktrônica, IDM
Duração: 56
Nota: 3.5
Produção: Kieran Hebden

Dois anos depois de parir Morning/Evening, o produtor inglês Kieran Hebden, que ataca pelo codinome de Four Tet, traz ao mundo seu novo trabalho, intitulado New Energy. Embora o estilo do artista tenha sempre sido mais ou menos semelhante em toda sua carreira, elaborando uma música Eletrônica de percussão intrincada e cheia de samples orgânicos – um estilo que chegou a ser apelidado de Folktrônica -, no último par de anos, Hebden tem investido na aura esotérica de suas músicas.

Se com Morning/Evening, o “mago da música Eletrônica” concebia uma espécie de ritual sagrado homenageando o solstício, aqui a vibe hippie não baixa a bola. Pelo contrário, evocando energias telúricas e tirando da manga um repertório New Age, o produtor mergulhou de cabeça no universo místico. É claro, o nome do trabalho aliado o timbre de hang drumaquele instrumento que se parece com um disco voador – que ressoa pelas faixas conduzem inevitavelmente o ouvinte a esse universo.

Se você for muito cético, vai estranhar o climão de aula de Yoga que este álbum tem. No entanto, Four Tet consegue, mesmo nessa proposta, projetar sua conhecida mágica, transportando o ouvinte para um estado de meditação ativa, que habita outras esferas da imaginação. Pro artista, este é um álbum pro forma, ou seja, repete mais ou menos aquilo que já estávamos acostumados a ouvir, sem grandes motivos para destacar esse em meio aos outros da discografia. Repito o que disse em minha resenha passada: Se você não conhece o trabalho do músico, talvez valha mais ater-se aos ótimos Pause ou mesmo Pink. Se já é familiar ao trabalho de Kieran Hebden, ouça já.

(New Energy em uma música: Lush)

 1,755 total views

Autor:

é músico e escreve sobre arte