Resenhas

Frightened Rabbit – Late March, Death March

Banda escocesa prepara single cheio de brindes para os fãs, podendo tornar-se interessante também para quem não quer ouvir um álbum inteiro do grupo

1,288 total views, no views today

Ano: 2013
Selo: Atlantic Records
# Faixas: 5
Estilos: Folk Rock, Indie Rock, Pop Rock
Duração: 20:15
Nota: 3.0
Produção: Leo Abrahams e Frightened Rabbit

Para lançar sua música Late March, Death March, a banda escocesa Frightened Rabbit caprichou no disco que abriga o single, lançando um pequeno EP cheio de bônus para os fãs e oferecendo uma alternativa boa para quem gostou, mas não voltou a ouvir seu álbum Pedestrian Verse.

A música do título aparece aqui na versão do disco e em uma alternativa mais introspectiva e com uma ambientação que flerta com o Eletrônico – e, devo dizer, mais interessante que a original. O lado-B ficou por conta de Architect, uma balada acústica que flerta com a música Folk.

Carregada de melancolia, ela foi feita em parceria com Andy Hull e sua Manchester Orchestra e lançada no último Record Store Day. Além dela, os presentes ficam por conta de versões ao vivo da energética December’s Traditions e da simpática The Oil Slick, ambas presentes em Pedestrian Verse.

Frightened Rabbit é o tipo de banda que quem curte um som mais trabalhado, mais alternativo mesmo, pode não ligar tanto e quem ouve músicas mais dentro de formatos populares é capaz de não encontrar tantos atrativos assim. Um disco pequeno e com tiros certeiros como esse pode satisfazer quem não se interessa o suficiente pelo grupo, mas quer ouvir um pouco mais.

E, é claro, quem sempre curtiu a banda acaba de ganhar mais um motivo para ter mais dos escoceses em seu dia a dia.

Frightened Rabbit – Late March, Death March

1,289 total views, 1 views today

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.