Resenhas

Givers – New Kingdom

Grupo retorna após “hiato” de quatro anos

1,261 total views, no views today

Ano: 2015
Selo: Glassnote
# Faixas: 13
Estilos: Indie Pop
Duração: 56
Nota: 2.5

Após aparecer como uma das grandes promessas da música Indie ainda no ano de 2009 com seu EP de estreia homônimo, Givers estabeleceu seu lugar ao sol com seu primeiro álbum completo, intitulado In Light, em 2011. A repercussão, embora bastante positiva (o grupo figurou em grandes festivais como Coachella e Lollapalloza, além de ostentar em seu currículo algumas aparições televisivas), rendeu ao quinteto tanto trabalho (ainda bem) que é apenas quatro anos depois que a banda consegue trazer ao mundo seu lançamento intitulado New Kingdom.

O segundo álbum, embora traga em seu título a impressão de algum tipo de renovação sonora, parece, de alguma forma, bastante preso aos estigmas do Indie Rock da primeira década do século. A natural evolução sonora que o estilo vem sofrendo (estamos falando aqui do mesmo fenômeno que acompanha grupos como Alt-J ou Kins, por exemplo) pode ser sentida muito levemente, mas, sem dúvida, não é a tônica de seu espírito.

Em New Kingdom ainda resiste aquela festividade ingênua do Folk Pop (o que não é um problema) vinda de seu primeiro trabalho, mas não a sinceridade emotiva que parece emanar da mesma. As mesmas estratégias de arranjo repetem-se até a saturação. A explosividade e animação do Indie projetado para pistas de dança (que podemos notar, em certa medida, em bandas como Passion Pit, The Naked and Famous ou Vampire Weekend, entre tantos outros exemplos) refletem-se alongadamente, o que pode promover uma sensação de cansaço no ouvinte. Infelizmente, o Indie dos anos 2000 ainda não teve tempo de respirar e renascer com nostalgia. Enquanto isso, resistir a transformações pode trazer uma aura meramente datada ao trabalho.

Por outro lado, o perído de “pausa” entre seus lançamentos foi capaz de fermentar um álbum encorpado, com treze faixas que somam quase uma hora de duração. Nesse sentido, sim, Givers soa um refresco para seus fãs. O novo aspecto Eletrônico em detrimento ao espírito Folk de outrora parece um caminho interessante para a proposta sonora do grupo, que tem muito mais a ver com a festividade urbana da cena hipster atual do que com um pastiche de quaisquer outros trabalhos.

1,262 total views, 1 views today

ARTISTA: Givers
MARCADORES: Indie Pop

Autor:

Discreto e silencioso. Falo pouco, ouço bem, porém.