Resenhas

Guri – Quando Calou-se a Multidão

Primeiro álbum solo do músico, após mais de uma década ao lado de grandes nomes, é um relato pessoal de quem sabe fazer música e entender as pequenas belezas da vida

 4,540 total views

Ano: 2013
# Faixas: 10
Estilos: Pop-Rock, Rock
Duração: 35:20
Nota: 4.0
SoundCloud: /tracks/113389405

Antes de começar a tentar entender Quando Calou-se a Multidão, primeiro álbum solo de Guri, dê uma passada por nosso artigo que apresenta toda a proposta do disco, financiado coletivamente e que contém as primeiras composições da vida do cantor, mesmo após mais de uma década na guitarra.

Importante dizer isso, pois entender o histórico de Guri, como músico experiente e calejado ao lado de alguns nomes mais interessantes da música independente brasileira e principalmente como guitarrista da banda Pública, é essencial para conseguir apreciar este álbum, com toda a sua simplicidade programada. Sabe quando passamos muito tempo ao lado de alguém que faz algo muito bem e um dia nos damos conta de que aprendemos inconscientemente tudo aquilo?

Segundo relatos do próprio Alexandre, após a primeira música composta, as outras saíram naturalmente e com uma rapidez impressionante. Ao ouvir o disco, parece que Guri está contando vantagem ao dizer que estas faixas, tão bem construídas como Azul e Todos meus amigos vão me ouvir cantar, foram compostas assim, sem grandes pretensões. Mas aí encontramos a bela Palermo e Sobre o céu e a terra, uma das mais encantadoras e hipnotizantes faixas do álbum, com participação de Eduardo Praça, vocalista da Quarto Negro, ambas praticamente nos transportam para o momento de suas composições, mesmo sem termos estado lá e então percebemos que tudo isso devia estar guardado no músico por muitos anos e agora pode ser botado pra fora. A multidão se calou e deu voz ao rapaz que aos poucos foi conquistando seu espaço ao lado de grandes nomes e agora quer seu próprio pedaço do bolo.

O disco tem um apelo Pop fortíssimo e o que dá o clima de todo o álbum são mesmo as guitarras, zona de conforto de Alexandre, dentro dessa etapa de aprendizado em um novo projeto. Guri, apesar de não trazer nada de novo, é um artista de Pop-Rock Nacional muito bem produzido, com letras inteligentes, refrões pegajosos e que sempre quisemos ouvir no rádio, em trilha de novelas e com muitos fãs utilizando seus versos a torto e a direito como traduções de seus próprios cotidianos, o que no final, é o motivo pela qual ouvimos música todos os dias, tentar ver as pequenas belezas de nosso próprio mundo através dos olhos de pessoas que sabem traduzi-las melhor do que nós mesmos.

 4,541 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Vanguart, Quarto Negro, Pélico
ARTISTA: Guri
MARCADORES: Ouça, Pop Rock, Rock

Autor:

Nerd de música e fundador do Monkeybuzz.