Resenhas

Half Moon Run – Sun Leads Me On

Grupo produz álbum Folk bastante gentil e tranquilizador

 1,992 total views

Ano: 2015
Selo: Glassnote
# Faixas: 13
Estilos: Folk Rock, Americana
Duração: 47
Nota: 3.0

Difícil imaginar como desencontros entre personalidades distintas e a crise existencial de uma banda possam produzir um álbum tão gentil. Mas, de algum modo, Half Moon Run conseguiu extrair o sumo criativo de um período controverso e sublimá-lo no belo Sun Leads Me On.

Já em seu primeiro trabalho, o excelente Dark Eyes de 2012, a banda deixou claro que o relacionamento entre seus integrantes não era, necessariamente, de amizade. Assim, envolvidos com um projeto em comum – o álbum – e com uma afinidade musical irrefutável, Half Moon Run, a despeito do nível de intimidade entre as pessoas que a compõe, floresceu.

Não sabemos, a partir daí, a intensidade da crise que decorre do intenso período de convivência de uma turnê, ou mesmo do enfrentamento de uma fase que põe em cheque a identidade de um grupo quanto a composição de seu famigerado segundo álbum, mas, mesmo assim, novamente unida em prol de um objetivo compartilhado (o título do trabalho, aliás, deixa esse aspecto bastante evidente) a banda consegue trazer ao mundo mais um disco.

Sun Leads Me On, assim como seu predecessor, possui um espírito Folk bastante ambicioso que, embora orbite ao redor do estilo Americana, não tem amarras no que tange às suas experimentações e, assim, vaga sem dificuldades pelo Pop Alternativo. Infelizmente, talvez devido à falta de entrega e (possivelmente) de afinidades espirituais (por assim dizer) de seus integrantes, a banda não consiga trespassar nenhuma particularidade musical. O álbum é suficientemente pro forma, e apoia-se em My Morning Jacket, evidenciando também traços de Mumford & Sons, embora vez ou outra tangencie Radiohead no início de sua carreira.

Muito belo e gentil, ouvir Sun Leads Me On é uma experiência tranquilizadora. Apesar de não possuir nenhuma trangressão inovadora, é uma excelente pedida para o Folk despretensioso.

 1,993 total views

Autor:

é músico e escreve sobre arte