Resenhas

Ital Tek – Hyper Real

Produtor britânico lança EP com quatro faixas e dois remixes, sabendo agradar mesmo sem sair de sua zona de conforto

 1,919 total views

Ano: 2013
Selo: Civil Music
# Faixas: 6
Estilos: Post-Dubstep, Glitch-Hop, Footwork
Duração: 25'
Nota: 3.5
Produção: Alan Myson

Para aqueles que categorizam um bom trabalho quando ele sai da zona de conforto e apresenta novidades, talvez Hyper Real não agrade. Alan Myson, vulgo Ital Tek, lançou nesse fevereiro seu novo EP com quatro faixas e dois remixes. O produtor, que se consagrou em território de Dubstep, mostrou em seu último álbum, Nebula Dance, uma nova faceta. Elevou seu BPM para uma média de 150 e trabalhou em cima do Footwork com forte influÍncia do Glitch-Hop.

Aqui, a fómula não é diferente. As batidas ainda são aceleradas e a percussão ainda remete bastante ao Hip Hop. A faixa que dá nome ao trabalho se mantém na linha 2-step e se demonstra melhor trabalhada, com amostras vocais reverberizadas e samples seguindo os ápices e suavidades dos quatro minutos que a compõe. A poluída Re Entry já chega com overdose de sintetizadores futuristas, assim como Froze Up, tendo seus declínios nebulosos de Post-Dubstep com palmas, sussurros e estalos. The Flood já se inicia com synths rápidos e mantém celeridade inclusive nos respiros, diferente de sua versão mixada por Throwing Snow. Nela, a percussão é marcada com BPM reduzido e uma estrutura delicada com sintetizadores suaves. Já o remix de Deft, para Hyper Real, engole mais influência do Hip Hop e mais se define em um gênero Trap, trazendo uma base arrastada, bastante percussionada e até synths de Dubstep em sua segunda metade.

Hyper Real é mais meticulosamente produzido e contém detalhes que vão além de sua preocupação em Nebula Dance. Aqui, a influência vocal é maior e a vontade de testar novos (e até incômodos) pacotes de sintetizadores, também. Em questão de Footwork, Ital Tek mais uma vez mostra um trabalho ótimo, digno de referência e boa crítica. Os conservadores parariam por aÌ, mas não poderia deixar de enfatizar que a essÍncia do trabalho é apenas a continuação de seu último álbum. Partindo do pressuposto que o nível de produção de Anal Myson é além, o que deixa a desejar é somente a carência de trazer uma nova mensagem com Hyper Real, diferente da divisão de águas que houve em Nebula Dance.

Ital Tek mantém seu nome consagrado, a qualidade de suas faixas e a vontade enorme de se manter ativo diante da cena eletrônica produzindo e publicando sempre. Basta saber se o barco vai pra mesma direção pela terceira vez ou se vai surgir, de fato, um trabalho digno de 2013.

Você pode encomendar o álbum no próprio site do selo.

 1,920 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Young Smoke, Traxman, Dj Marky
ARTISTA: Ital Tek

Autor:

Publicitário que não sabe o que consome mais: música, jornalismo ou Burger King