Resenhas

Jukebox The Ghost – Safe Travels

Com altas doses de Indie Pop e Piano Pop, o terceiro disco do trio traz versão acessível de seus trabalhos anteriores

 1,435 total views

Ano: 2012
Selo: Yep Roc
# Faixas: 13
Estilos: Piano Pop, Indie Pop
Duração: 47:00
Nota: 3.0

Safe Travels é o terceiro disco do trio Jukebox The Ghost, no qual o grupo mostra uma simplicidade e acessibilidade maior que em seus trabalhos anteriores. O Power Pop da banda tem como elemento principal o piano, mas se utiliza muito bem das guitarras e sintetizadores para criar suas músicas-chicletes. Desde o lançamento dos primeiros singles desse álbum, já notava-se o caminho radiofônico que a banda decidiria tomar, o que pode ter sido um espanto para quem já conhecia sua classificação como “anti-mainstream”.

O disco se movimenta o tempo todo, as músicas vão do mais festeiro Indie Pop à melancolia do Piano Pop. Somebody faz a abertura mostrando o extremo Pop do álbum, sua melodia alegre lembra bastante o Jack’s Mannequin depois de um banho do que foi feito do gênero nos anos 70. Com muitas repetições, refrão pegajoso e “ooohs” a música é o possível grande hit de Safe Travels. Os dois vocalistas do grupo se alternam em quase todas as músicas, enquanto o tecladista Ben Thornewill tem um vocal potente (é ele quem canta em Somebody), enquanto o guitarrista Tommy Siegel tem uma voz anasalada e cansativa. É ele quem faz o vocal na também animada Oh, Emily, que segue a mesma fórmula da primeira música.

O disco segue com seus altos e baixos e mostra seu lado mais melancólico em Devils On Our Side, ambientada por um belo piano e com uma bela apresentação vocal de Ben que evoca os antigos álbuns da banda e suas harmonias trabalhadas demais pro Pop. All For Love continua na mesma vibe, como se fosse uma sequência da anterior, porém agora com mais elementos, como bateria e a guitarra, que entram ao fim a da música.

Man In The Moon traz uma música construída a partir do violão e sem o piano, na qual é a vez de Tommy soltar sua voz e (por sorte) a fofura dela dura pouco. Everybody Knows tenta recuperar a energia do começo do disco, com o Power Pop do grupo presente com um toque do Rock setentista, que até pode lembrar um pouco o Queen. Num clima de Gospel Music, a celestial The Spiritual fecha o disco, mais uma vez abusando do piano em suas construções.

Safe Travels é bem amigável às rádios e quase todas suas músicas evocam um espírito Pop. Seus altos e baixos o tiram da monotonia e nele há músicas para os mais diversos humores. Parece que finalmente a banda encontrou seu lugar, ajustou suas influências em um som altamente acessível e fez um bom disco radiofônico.

 1,436 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Regina Spektor, fun.
MARCADORES: Indie Pop, Piano Pop

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts