Resenhas

Kid Foguete – A Brief Study on How to Fail Completely, Vol. 1

Grandiosidade quase intimidadora envolve obra da banda paulistana

 1,441 total views

Ano: 2016
Selo: Mono.Tune Records
# Faixas: 6
Estilos: Rock Alternativo, Indie Rock
Duração: 29'
Nota: 3.0
Produção: Rafael Carozzi e Kid Foguete

É denso o universo sonoro proposto por Kid Foguete em seu A Brief Study on How to Fail Completely, Vol. 1, carregado de uma dramaticidade nem sempre em par com a ironia de seu título.

São muitas guitarras sobre (e sob) camadas sintetizadas em uma sonoridade tão espessa que parece se materializar em algo sólido no clímax de cada uma das seis faixas, cada uma delas uma panela de pressão que mistura referências do Indie Rock e Rock Alternativo com uma melancolia propriamente juvenil.

Estendendo-se por meia hora, o disco oferece uma experiência cansativa para quem não estiver em um clima muito parecido com o proposto pelas faixas – a grandiosidade de cada uma delas acaba por ser mais intimidadora do que convidativa -, assim como é inquietante observar o empenho da banda em alçar o ouvinte a um estado muito mais alto a cada música enquanto o vocal esforça-se para seguir sua opção de cantar em uma língua estrangeira.

São características que comprometem sim a qualidade da obra como um todo, mas não a ponto de ofuscar por completo a beleza de vários momentos presentes no disco, seja o das guitarras arrastadas em Bound ou o baixo nervoso de Walls (a melhor das seis), por exemplo.

Guarde A Brief Study… para aqueles dias em que precisar encontrar através da música a magnitude da existência que o dia a dia teima em esconder.

(A Brief Study on How to Fail Completely, Vol. 1 em uma faixa: An Ever Expanding Universe)

 1,442 total views

BOM PARA QUEM OUVE: The Basement Tracks, Kid Wise, Inky
ARTISTA: Kid Foguete

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.