Resenhas

Lissie – Back to Forever

Com canções hora mais energéticas e hora mais introspectivas, álbum é uma boa opção para quem quer ouvir uma música Pop fora dos padrões comerciais

 1,955 total views

Ano: 2013
Selo: Fat Possum/Columbia
# Faixas: 12
Estilos: Pop Rock, Country
Duração: 47:54
Nota: 3.5
Produção: Jack Knife Lee

Energia ensolarada e forte com um clima urbano e caipira. É assim que se resume Back to Forever, segundo disco da cantora e compositora Lissie, que confirma o seu som meio Pop Rock meio Country contagiante e envolvente.

O disco passa por canções Pop com um toque dançante, como a primeira,The Habit, Further Away (Romance Police) e Can’t Take It Back, que chegam a soar perto de algo como Metric. Porém, o charme da obra são as canções com um pé de bota pisando em um monte de feno, a hora em que Lissie utiliza de sua voz para composições Country Pop mas sem soar brega ou melosa, como muito acontece com esse estilo tão difundido e adorado na terra do Tio Sam. I Don’t Wanna Go To Work, Mountaintop Removal, Shamless e Cold Fish – essas com um toque de Blues – são exemplos dessa sonoridade. Ao final, fecha-se a obra com a faixa homônima. Uma balada, que assim como as confessionais I Bet On You e They All Want You, parece se despedir do ouvinte num pôr-do-sol de domingo dos mais profundos e reflexivos.

O balanço que fica é de que Back to Forever não é um disco para fãs de Country, já que se tem apenas alguns toques do estilo nas canções. Este é sim uma boa opção para apreciadores de um Pop que foge dos estereótipos dançantes, e com uma proposta mais séria e poetizada.

O resultado são canções muito bem divididas entre o animado e empolgante Pop Rock, o dançante sóbrio na medida certa e as doses caipiras que dão uma energia diferente para toda a obra. Todas essas três propostas, por assim dizer, do disco – Pop , Country, e baladas – são apresentadas na medida correta, sem enjoar, e sem parecer jogadas ou sem propósito durante a execução. Ao ouvirmos, parece um livro de pensamentos ou um diário, onde Lissie vai expondo seus sentimentos, hora mais extrovertidos e hora mais introvertidos, através das canções.

 1,956 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Neko Case, Haim, Ellie Goulding
ARTISTA: Lissie
MARCADORES: Country, Pop Rock

Autor:

Marketeiro, baixista, e sempre ouvindo música. Precisa comer toneladas de arroz com feijão para chegar a ser um Thunderbird (mas faz o que pode).