Resenhas

Majical Cloudz – Wait & See

Melancolia e brevidade destacam esta obra do duo

 1,541 total views

Ano: 2016
Selo: Matador Records
# Faixas: 5
Estilos: Eletrônica, Post-Rock, Ambient
Duração: 19:01
Nota: 3.5
Produção: Majical Cloudz

É certo dizer que Majical Cloudz é uma banda de sofredores por excelência. Envolto sempre em uma aura depressiva e etérea, o duo é ágil e pertinente na criação de paisagens sonoras rechedas de poesia reflexivas e auto-investigativas. O lançamento de Are You Alone?, um disco sólido entre a discografia da banda, despertou alguma dúvida acerca do quanto a devoção por esta sonoridade impedia o projeto de voar cada vez mais alto, mas sem nos impedir de apreciar um trabalho com uma produção bem construída. E agora, os sofredores da música Eletrônica juntam algumas faixas soltas que sobraram do registro anterior e as agrupam em um EP, que tinha tudo para passar se passar por desapercebido, mas que cedo revela uma ambição maior.

Seria o movimento natural encarar Wait & See como uma extensão de Are You Alone?, mas as coisas felizmente não parecem se encaminhar para este diagnóstico. Parece que a brevidade do registro o deixa mais concentrado a sua melancolia. Com vocais sombrios, timbre deturpados e uma ambientacão quase que avant-garde, o EP se comporta como uma ideia mais bem executada do que seu precedente. Ele é tão envolvente quanto misterioso, instaurando no ouvinte constantes sensações de suspense. É um trabalho árduo, porém feito com qualidade, não apenas de músicos, mas de engenheiros de som que reduzem os ingredientes da música aos mais necessários e primordiais possíveis, tornando este um momento bastante saudável para Majical Cloudz.

O EP certamente cativa um público adepto da lamentacão como objeto de inspiração, seja pelo seu minimalismo cativante ou pela performance musical dos integrantes, que fazem de tudo para transmitir integralmente o verdadeiro peso de suas existência. Uma banda que ainda permanece bastante relevante no cenário mundial e cujas ambições parecem estar frescas e revigoradas.

Curto e derrubante, tal como uma bala de revólver.

 1,542 total views

Autor:

Designer frustrado, julgador de capas de discos e odiador daqueles que põem o feijão antes do arroz.