Resenhas

Metronomy – Summer 08

Obra de altíssima qualidade periga ficar obscurecida na discografia da banda

2,653 total views, no views today

Ano: 2016
Selo: Because Music
# Faixas: 10
Estilos: New Wave, Pop Alternativo,
Duração: 39'
Nota: 4.0

Parece que, quanto mais o tempo passsa, Metronomy encontra melhor suas raízes tortas no passado. Summer 08, por exemplo, viaja para décadas muito antes da época de seu título e encontra sua inspiração em alguma caixa de fitas cassete com o melhor do som dos anos 80 e até 70 que nunca chegaram ao topo das paradas, o que gerou também um disco cheios de não-hits de alma fascinante e gingado desengonçado sem perder a pose.

E isso é importante notar: Se Love Letters vinha carregado de sentimentalismo e músicas para cantar com a mão no peito, Summer 08 desce para a pista no bom humor (aquele britânico, carregado de ironia) e cria uma coleção de sons que vem com um pequeno sorriso no canto de apenas um lado da boca.

Isso já havia ficado claro no single Old Skool, que parece devolver ao mundo o troco do que foi feito há uns dois ou três anos, quando Daft Punk impôs a atmosfera Disco para esta época, seguido de perto por gente menor, como Chromeo. Metronomy entregou uma canção dark, com uma batida quebrada logo no início e um clima de catarse que nunca chega.

Esse espírito paira sobre todo o álbum, essa pegada não-hit até nas músicas que, nas mãos de outrem, estourariam comercialmente – como Hang Me Out to Dry, com uma participação certeira de Robyn, envolvida por uma atmosfera nada convidativa ao mainstream. 16 Beat, My House e Miami Logic entram no mesmo argumento, como músicas até familiares para alguns ouvidos, mas largamente estranhas para ganhar uma maioria, enquanto Love’s Not an Obstacle chega como candidata a favorita dos fãs de sempre, por parecer um meio termo entre as melhores qualidades da banda com o clima do disco.

Summer 08 vem como mais uma peça sólida na discografia que Metronomy vem trabalhando, porém, apesar da altíssima qualidade de sempre, periga em ficar um pouco obscurecido perto de seus outros lançamentos – falta o carisma de Love Letters ou o charme de The English Riviera, por exemplo. O tempo dirá, porém, o quanto essa viagem ao passado da banda renderá uma obra atemporal, ideal para matar qualquer vontade de dançar sozinho em casa a um som de primeira.

(Summer 08 em uma faixa: Miami Logic)

2,654 total views, 1 views today

BOM PARA QUEM OUVE: Mahmundi, Mark Ronson
ARTISTA: Metronomy

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.