Resenhas

Nosaj Thing – Fated

Álbum cria uma ponte entre ouvinte e ambiente que o circunda

1,042 total views, no views today

Ano: 2015
Selo: Innovative Leisure
# Faixas: 15
Estilos: Ambient Music, Eletrônico, Glith Music
Duração: 33'
Nota: 3.5
Produção: Jason Chung

Flâneur é o nome francês associado ao ser que vaga pelos centros urbanos do seculo 19, que explora as cidades sem rumo, que “flana” pelas ruas a fim de experimentá-la, como diria o poeta Charles Baudelaire. Um pouco mais à frente na linha do tempo, o filósofo alemão Walter Benjamin vai propor que essa poética figura é um dos mais emblemáticos arquétipos da modernidade, um dos grandes símbolos do século 20.

Muita coisa mudou desde a proposição desta estranha figura, mas podemos dizer que ela não é tão estranha assim, ainda mais quando flagramos a nós mesmos flanando por nossas cidades, quando andamos sem rumo e percebemos o quanto ela tem a nos surpreender se deixarmos nos levar por esse poético espírito do século 20. A música de Nosaj Thing é assim, ou pelo menos traz à tona o flâneur que está em nós.

Fated é o terceiro disco do produtor Jason Chung, nome por trás do projeto, e terceira obra a nos causar essa sensação de imersão, de mergulhar na modernidade e experimenta-la. Seus timbres, muitas vezes quase robóticos, contrastam com outros orgânicos: vozes, sussurros, cânticos e murmúrios se entrelaçam simbolizando o emaranhado de relações que temos com o ambiente que nos circunda e as pessoas que o habitam – mesmo que não tenhamos nenhuma espécie de contato com essas pessoas.

Sua música é daquelas para serem ouvidas em fones de ouvido enquanto se caminha pela rua. Faça isso e provavelmente terá uma experiência bem diferente da que simplesmente ouvir em seu quarto. O emaranhando de melodias relaxantes, as batidas mecânicas (em algumas horas absorvendo o ritmo do hip hop), os borbulhantes sintetizadores e a aura nevoenta das músicas vão ganhar um novo significado, um que, talvez, nem mesmo Chung tenha pensado quando criou essas músicas.

Experimente levar Fated para passear. Provavelmente fará uma esplêndida trilha sonora para seu caminhar, ou melhor, para seu flanar pela sua cidade.

1,043 total views, 1 views today

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts