O Inimigo – Imaginário Absoluto

O segundo álbum em dez anos de existência dessa banda paulistana de Hardcore virou o mais novo “xodó” do underground brasileiro, com uma nova formação, mais sólida e inventiva do que nunca, cantando em inglês e português

1,637 total views, 1 views today

Ano: 2011
Selo: 78Life
# Faixas: 12
Estilos: Hardcore, Punk
Duração: 35:05
Nota: 3.0
Produção: O Inimigo

Já com 10 anos de estrada, aos trancos e barrancos, O Inimigo lança seu segundo álbum agora no mês de dezembro, intitulado Imaginário Absoluto. A banda de hardcore de São Paulo, marcada por muitas trocas de membros ao longo da sua história, parece ter achado uma formação mais sólida para dar andamento ao seu trabalho. Em 2009, os novos membros Fernando Sanches (ex- CPM22, Againe, etc), Ale (ex- Presto?) e Gian (ex- Kangaroos In Tilt, Paura e Frila), se juntaram aos membros fundadores da banda Kalota (ex- Point Of No Return e B.U.S.H/Futuro) e Juninho (Point Of No Return e Ratos De Porão), para lançar esse mais novo xodó do underground brasileiro.

Gravado no estúdio El Rocha, onde Fernando é um dos donos junto com os seus irmãos Marcelo Takara e Daniel Ganjaman, e mixado pelo lendário Stephen Egerton (Descendents), esse novo disco mostra uma cara mais profissional e unida da banda que, desde seu inicio, tem claramente transformadas em riffs e melodias suas influências das bandas de Whashington DC (EUA), principalmente as do selo Dischord, como Embrace e Dag Nasty, e também passando por bandas mais Rock n’ Roll como Dinosaur Jr e MC5.

Tratando agora do que interessa, o disco é aberto com a faixa O Inimigo, que é quase uma apresentação da banda, no melhor estilo fênix (o pássaro mesmo), para abrir esse ressurgimento da banda que ficou 5 anos sem gravar nada. Seguindo para a segunda faixa, O Que Te Faz Errar?, que reforça uma forte característica da banda, que são as letras politicas, lembrando o lado punk dos integrantes. A terceira é Under Pressure, a primeira em inglês das quatro que tem no disco – outra característica da banda, que mistura músicas com letras em português e inglês. Pure Rejection é a próxima faixa, com uma cara mais melódica, a letra também em inglês trata das armadilhas da sociedade contemporânea, assim como a quinta música, Pronto Para Destruir, também faz, só que em português.

A sexta faixa é a única não inédita: Satanic Threat já havia sido lançada no antigo porém único álbum completo que a banda tinha, Cada Um Em Dois. A música logo em seguida é a que dá nome ao disco: Imaginário Absoluto é uma ótima faixa que tem um começo diferente, com um riff de acordes no baixo, e ao longo ressalta a característica fênix da banda, além de ter um dos refrões mais legais e pegajosos do disco. Aço traz uma característica completamente nova para a banda, o uso de metais, fazendo um ótimo paralelo entre o hardcore e o ska. Antes das outras duas faixas em inglês do álbum, From Bad To Worse e The Way I See Things, vem a Sozinho Em Qualquer Lugar, que também incorpora um novo elemento a banda: uma frase de piano, executada por Ganjaman na gravação. A música que fecha o disco é Controlados, que com uma frase traça um paralelo entre a história da banda e como está a sociedade moderna, “Nós temos feito muito e nada parece dar certo. Mas continuamos sólidos, para não deixar tudo para trás”.

Depois de muitos riffs grudentos, solos curtos, e letras ideológicas confirma-se o novo O Inimigo.

1,638 total views, 2 views today

ARTISTA: O Inimigo
MARCADORES: Hardcore, Punk

Autor:

Vegetariano, rabugento, ouvindo e fazendo música