Resenhas

Ombu – Pedro

Segundo EP do grupo paulistano é um “upgrade” em relação a “Mulher”

1,860 total views, no views today

Ano: 2016
Selo: Balaclava
# Faixas: 5
Estilos: Rock Alternativo, Post-Hardcore
Duração: 12"
Nota: 4.0

“Quando a gente fez o Mulher, a gente não tinha muito som e decidiu fazer um EP (…) Já o Pedro, ele é outra coisa. Desde o começo, o João e o Thiago estavam bem a fim de experimentar na pós-produção”, o trio Ombu contou ao Monkeybuzz um dia antes da estreia de seu segundo EP, Pedro.

Essa autoanálise do trio é bem precisa quando se compara o resultado dos dois compactos. É bem visível a melhora nos aspectos técnicos de um lançamento para o outro, mas não é só isso. As músicas, apesar da maioria delas terem vindo da mesma época criativa de Mulher, soam mais completas liricamente.

Se no anterior havia mais espaço para a instrumentação entrar como parte da narrativa da faixa, aqui a história é toda contada através das letras. Mais uma vez, há uma poesia simples e lúcida sobre o amor, cantadas também de forma simples, porém carregada de sentimento. E reside nesse formato bastante orgânico da música do trio sua potência, que declama calmamente a letra enquanto esbraveja com seus instrumentos.

Mais uma vez, a mesma mistura roqueira (e mais uma vez dá para citar o Rock Alternativo dos anos 90, e o Post-Rock também dessa década) dá o plano de fundo para as criações da tríade. São músicas guiadas por guitarras melancólicas, que ora urram, ora choramingam. São músicas que levam o ouvinte por uma montanha russa de sentimentos e andamentos diferentes.

Apenas um ano separa os dois lançamentos e as “releituras” de seu próprio material deram ao som do grupo mais peso, tornaram o material mais robusto. Se, como eles mesmo disseram, “Mulher era um ensaio”, Pedro é a obra em seu estado final.

(Pedro em uma música: Calma)

1,861 total views, 1 views today

BOM PARA QUEM OUVE: Raça, Terno Rei, Slint
ARTISTA: Ombu

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts