Resenhas

Poliça – United Crushers

Banda chega com maturidade ao terceiro trabalho

 1,962 total views

Ano: 2016
Selo: Mom + Pop
# Faixas: 12
Estilos: Dream Pop, Synthpop
Duração: 43
Nota: 3.0

O grupo norte-americano de Synthpop Poliça acaba de chegar, com cinco anos de idade, ao seu terceiro álbum, intitulado United Crushers. O quarteto parece continuar na mesma linha de pensamento de seus trabalhos predecessores, ou seja, ainda pertence ao universo nublado de timbres eletrônicos do Dream Pop. Todavia, se em sua estreia Give You The Ghost imperavam melodias fantasmagóricas, e em Shulamith crescia a disponibilidade à extroversão do grupo, podemos perceber em United Crushers uma maturidade arredondada na produção, ainda mais extrovertida, de arranjos bem resolvidos, e temas que pretendem dar conta de problemas sociais da sociedade estadunidense.

Poliça é um conjunto que nasce em condições favoráveis para sua existência, ou seja, é uma banda de Synthpop americana dos anos 2000. Por isso mesmo, suas questões primordiais sempre foram muito bem resolvidas: arranjos, produção e instrumentação nunca deixaram nada a desejar, pelo contrário, nasceram já em um patamar elevado e parecem apenas evoluir com o passar do tempo.

Assim sendo, o nível de exigência que podemos ter com Poliça deve ser um pouco mais sofisticado. A única ressalva que podemos ter com United Crushers é sobre o seu teor. Ao falar de questões sociais, Poliça parece falar de longe, sem conhecer necessariamente sobre o que fala, nem reivindicar, de fato, alguma coisa. Um sintoma interessante aqui está no fato de uma de suas faixas mais contudentes, Wedding, falar sobre violência policial, instituição esta citada no próprio nome da banda (inspirada na palavra polonesa “polisa”). Um tiro pela culatra provavelmente jamais imaginado pelo grupo.

Soando bastante arrendodada, embora de um modo ainda um pouco frio, mas olhando cada vez mais para fora de si, Poliça, com apenas cinco anos de idade, já configura uma banda cheia de maturidade, embora ainda tenha bastante a aprender.

 1,963 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Blood Orange, Chromatics, Chairlift
ARTISTA: Poliça
MARCADORES: Dream Pop, Synthpop

Autor:

é músico e escreve sobre arte