Resenhas

Ra Ra Riot – Beta Love

O sexteto nova-iorquino traz bons hits, mas ainda sofre para encontrar seu diferencial dentro do gênero Pop

 2,055 total views

Ano: 2013
Selo: Barsuk
# Faixas: 11
Estilos: Indie Pop, Synthpop, Pop
Duração: 30:20
Nota: 3.0
Produção: Barsuk

Cada vez mais, o Indie Pop tem ganhado espaço nos corações dos entusiastas do gênero que buscam por músicas de refrões marcantes, melodias fáceis e letras de amor rápido e diversão sem fim. A tal abertura tem concebido um aumento notável de bandas que estrategicamente se atiram nas partes mais rasas da infinidade que o Pop pode proporocionar se bem pesquisado e trabalhado, deixando a desejar por criar mais do mesmo, e no que traz de mais de diferente não impressiona, como acontece com o novo disco da Ra Ra Riot.

Recheado de hits rápidos e interessantes que devem ser tocados futuramente nas pistas de festas pretensiosamente descoladas, o grupo traz como atrativo principal as canções Dance With Me, Beta Love e Angel, Please, porém na mesma dose benéfica, vem a nada positiva desvantagem de ser confundido facilmente com nomes já consagrados como Passion Pit, Mika e Fun., sendo que o ideal seria trazer o mínimo de novidade em suas composições. O maior trunfo da trupe musical vem através da canção That Much, que arrisca de maneira certa ao trazer o violino e loopings sequenciais de sintetizadores que imitam a sonoridade de uma guitarra elétrica, mostrando que a opção por tratos mais artesanais (mesmo em uma malha eletrônica) pode ser a solução genial de um trabalho de padrões mais pasteurizados.

Wilderness, What I Do For You e Binary deixam clara a ideia da experimentação falha e acabam se destoando das poderosas faixas açucaradas apresentadas previamente. O saldo final de Beta Love resulta num trabalho que deve emplacar parcialmente, graças às músicas que se assemelham ao bom trabalho iniciado por outros. No entanto, ainda faltam culhões e maior assertividade na criação de sonoridades que tragam sua própria marca perante ao público que procuram (mesmo que inconscientemente) por grupos que não vivam na agradável sombra de outros.

 2,056 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Mika, Passion Pit, fun.
ARTISTA: Ra Ra Riot
MARCADORES: Indie Pop, Pop, Synthpop

Autor:

Jornalista por formação, fotógrafo sazonal e aventureiro no design gráfico.