Rimas & Melodias – Rimas & Melodias

Coletivo com Tássia Reis e Drik Barbosa capricha ao mandar seu recado de empoderamento

1,079 total views, 1 views today

Ano: 2017
Selo: Independente
# Faixas: 7
Estilos: Rap, R&B, Neo Soul
Duração: 34'
Nota: 4.0
Produção: DIA, Grou, Nauak e Deryck Cabrera

“Toda força, mulher preta/Toda garra, mulher preta/Quanta força, mulher preta/Somos glória, mulher preta” – a faixa Coração resume um pouco da mensagem que encontramos no disco lançado por Rimas & Melodias, um “coletivo de Rap, R&B e Neo Soul formado por Alt Niss, Drik Barbosa, Karol de Souza, Mayra Maldjian, Stefanie, Tássia Reis e Tatiana Bispo”, como explica sua bio no Twitter.

Entre o que é um álbum curto e um EP longo, o registro de sete faixas traz uma introdução, um interlúdio e cinco músicas propriamente ditas, duas delas passando dos sete minutos de duração. As letras cronizam o ofício das rappers e cantoras no contexto do Brasil de hoje, com seu racismo e sua misoginia para além do meio musical.

Sendo assim, Rimas & Melodias é um trabalho que se propõe ao empoderamento – palavra frequente nessa luta – e versa sobre ele quase didaticamente, culminando no encerramento com Manifesto/Pula, Garota, com Djamila Ribeiro, sobre a violência que gerou o movimento feminista e as reações também agressivas com o qual ele é encarado pela parte da população que se vê intimidada por seu sucesso (“Cê tá cheio de ódio do poder das mina”).

Antes de chegar a esse clímax, as músicas contam das batalhas diárias que as sete, e outras tantas milhões de mulheres negras no Brasil, passam diariamente. Tudo é amparado por momentos que oscilam entre o Rap e os versos cantados, com uma ambientação bastante Eletrônica que chega a ser dançante em Origens e sensual em Paradoxo, mas o que fica da audição é a força tensa das batidas e graves que acompanham tão bem o tom da mensagem.

Rimas & Melodias é preciso em sua comunicação, assim como sempre bastante agradável de ouvir – seja pela ótima produção, pelas belas vozes ou pelas composições tão bacanas. Seus 34 minutos constituem uma duração bastante convencional, porém fica a vontade de ouvir mais ainda do coletivo, visto que seu trabalho tem força suficiente para segurar nossa atenção por muito mais tempo. Aliás, força é o que mais tem.

(Rimas & Melodias em uma faixa: Coroação)

1,080 total views, 2 views today

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.