Resenhas

Saint Motel – Saintmotelevision

Segundo álbum do grupo resgata seu clima dançante “marca registrada”

1,683 total views, no views today

Ano: 2016
Selo: Elektra
# Faixas: 10
Estilos: Indie Pop
Duração: 31:38
Nota: 3.5
Produção: Tim Pagnotta, Lars Stalfors, Frederik Thaae

Há três anos, em um período marcado pelas últimas borbulhas da efervescência do Indie Rock, Saint Motel não precisou de muito para chamar nossa atenção com a faixa My Type, conseguindo destaque ao lado de alguns nomes mais fortes do estilo, como Vampire Weekend, Two Door Cinema Club ou Passion Pit. Agora, a banda chega com seu segundo álbum completo, intitulado Saintmotelevision, e parece querer continuar exatamente de onde havia parado.

Move, a faixa introdutória, aposta no ataque do saxofone, no crescendo dos refrões e na linha cativante do contrabaixo para evocar o mesmo clima de festa que vimos em My Type. Aqui, a intenção também parece ser a mesma de outrora: criar uma festa dançante através da união do Indie Pop com elementos da música Latina. Podemos sentir o mesmo calor e suor de quando ouvimos Hot Hot Heat e também empatizar com firulas extramamente amigáveis como aquelas de OK Go. Uma aposta na produção milimetricamente calculada como os hits de Mark Ronson também dá as caras.

No entanto, para um álbum que emula tanta descontração, algumas de suas faixas parecem excessivamente planejadas e feitas para cativar pelo óbvio. O apreço pelo Indie Rock da década passada também parece um pouco fora de lugar. Mas, em geral, e também graças a alguns momentos muito cuidadosos como a inserção da melodia de Fur Elise de Beethoven em For Elise, Saintmotelevision continua o legado de Saint Motel ao proporcionar uma música acessível, imediata e contagiante.

(Saintmotelevision em uma música: Move)

1,684 total views, 1 views today

BOM PARA QUEM OUVE: Miike Snow, Vampire Weekend, Ok Go
ARTISTA: Saint Motel
MARCADORES: Indie Pop

Autor:

Discreto e silencioso. Falo pouco, ouço bem, porém.