Resenhas

Shy Girls – Timeshare (EP)

Dan Vidmar aposta nas fórmulas já conhecidas do Alt-R&B para seu primeiro EP, mas não parece querer impressionar ninguém

 2,168 total views

Ano: 2013
Selo: Hit City U.S.A./ASL
# Faixas: 6
Estilos: Indie R&B, R&B
Duração: 23:38
Nota: 3.0
Produção: Dan Vidmar
SoundCloud: https://soundcloud.com/shygirls/still-not-falling

Dentro do que já vimos de variações do que às vezes é chamado de Indie-R&B ou Alt-R&B, How To Dress Well costuma aparecer como o maior expoente, ou pelo menos aquele cujo som mais resume e representa o estilo. Vocais arrastados, letras românticas, muito sintetizador e aquele clima pós jantar em um loft em Nova York estão quase sempre presentes, mas com suas variações como Autre Ne Veut, XXYYXX, The Weeknd, entre outros, todos incorporando autênticas variações, mas com muita coisa em comum, formando realmente uma cena musical importante, já que muitos deles convivem (pelo menos digitalmente) juntos, são amigos e trocam suas figurinhas musicais com frequência. Nessa mesma onda, temos agora Shy Girls, projeto que parece se contentar em manter as características em comum com seus companheiros de estilo, sem incorporar grandes novidades.

Dan Vidmar é o americano por trás do trabalho que ouvimos no EP Timeshare. Em seis músicas, Dan consegue encantar e embalar nosso dia em faixas sensuais, bem produzidas e que utilizam de maneira bastante previsível as maiores características que popularizaram outros nomes do gênero, principalmente How To Dress Well, nome cuja comparação é quase impossível, principalmente ao ouvirmos uma faixa como Still Not Falling, que poderia muito bem ter sido composta por Tom Krell.

Toda essa previsibilidade não é algo ruim, apenas um sinal de que Shy Girls não parece se importar em ser coadjuvante em qualquer contexto em que apareça. Não é um som criado para prestarmos atenção ao máximo, largarmos o que estamos fazendo e perceber seus detalhes. Os pouco mais de 23 minutos do EP acompanhariam uma noite romântica, dariam uma boa trilha para uma cena de amor em um filme e são coadjuvantes inclusive no gênero em que se insere, como aquelas faixa que preenchem bem o espaço em uma playlist mas não prendem sua atenção.

Acho válida a proposta de Dan Vidmar em fazer um som que se esgota em si mesmo, não procura alçar voos maiores, me lembrando um pouco o que vi em Feel Good, do The Internet, um som que parece que foi feito para o próprio artista e quem quiser que venha participar disso com ele. No entanto, a ausência de um pouco mais de paixão nos vocais torna as boas canções do disco esquecíveis.

As melhores faixas são Without, que abre o álbum e talvez seja a que mais se distancie do Alt-R&B já citado e se aproxime mais de um R.Kelly, Still Not Fallling e Under Attack, mas mesmo assim será difícil lembrar delas em um futuro próximo, mas não creio que Dan Vidmar se importe muito com algo além do que fazer um som que ele mesmo curta.

 2,169 total views

ARTISTA: Shy Girls
MARCADORES: Indie R&B, R&B

Autor:

Nerd de música e fundador do Monkeybuzz.