Resenhas

Sufjan Stevens & Angelo De Augustine – A Beginner’s Mind

Com forte inspiração cinematográfica e escorados no Folk e no Indie Lo-Fi, parceiros de longa data exploram temas universais a partir de perspectivas únicas

 138 total views

Ano: 2021
Selo: Asthmatic Kitty
# Faixas: 14
Estilos: Indie, Folk
Duração: 45'
Produção: Sufjan Stevens e Angelo de Augustine

Sufjan Stevens e Angelo de Augustine são parceiros criativos há anos, entre composições e produções conjuntas que aconteceram ao longo de suas carreiras. Nada mais natural, então, que os dois um dia se reunissem para um álbum completo, e a hora certa chegou: A Beginner’s Mind é o filho desse matrimônio, nascido como um experimento – ou desafio – artístico após os dois se trancarem por um mês em um chalé no interior para a rotina de ver um filme à noite que inspiraria a composição do dia seguinte.

Isso permite que a audição do álbum dê ao ouvinte a oportunidade de “jogo”, uma brincadeira de identificar os longas que geraram as faixas. Alguns deles estão presentes desde o título da canção, como “Back to O”z (inspirada em O Mágico de Oz), enquanto outros são encontrados em referências explícitas nas letras (caso de Cimmerian Shade e O Silêncio dos Inocentes). Há também casos em que as composições desenvolvem conceitos incrivelmente subjetivos a partir dos filmes – como “(This Is) The Thing” trazer reflexões tão perspicazes a partir de A Coisa.

É daí que surge outra possibilidade de experiência com A Beginner’s Mind, a oportunidade anticlimática – e, ainda assim, tão significativa – de considerá-lo “um álbum qualquer”. Independentemente do pontapé inicial dos processos que criaram as músicas, o repertório é formado por canções muito bem aproveitadas tanto por quem não assistiu a alguma das produções referenciadas (embora elas sejam, no geral, bastante conhecidas) ou mesmo por quem escutar todo o disco sem nem ter ideia de sua proposta.

Os que acompanham as carreiras de ambos (que, de fato, se confundem várias vezes, até por fazerem parte do catálogo do mesmo selo –Asthmatic Kitty, do próprio Sufjan) reconhecerão a estética que reside na intersecção dos estilos dos dois. É um som autoral que passeia pelo Folk e pelo Indie com forte caráter Lo-Fi, o que faz com que os vocais e os arranjos tenham sempre um aspecto bastante “cru”, ou “orgânico”, que reforça o conteúdo pessoal das músicas.

Talvez isso seja o que mais impressiona em toda obra, a maneira como os dois conseguem dialogar sobre temas universais, sob pontos de vista únicos e pessoais, tudo a partir de uma fagulha de inspiração que veio de um filme. É uma forma de dois veteranos da música explorarem novos modos de fazer aquilo que eles já fazem há tantos anos, com pouca ou nenhuma dificuldade.

O título A Beginner’s Mind vem do conceito zen budista de shoshin, que encoraja o indivíduo a olhar para seu ofício sempre como alguém que tem muito o que aprender, mesmo que ele tenha a experiência de um mestre. Ao assinarem juntos composições, arranjos, produção e até mixagem, Sufjan e Angelo convidam o ouvinte para participar do deslumbre que é experimentar a essência compartilhada pelos dois, com o mesmo frescor na audição com que eles criaram a obra e o mesmo encantamento lúdico de quem brinca de adivinhar qual filme inspirou aquela letra.

(A Beginner’s Mind em uma faixa: “Back to Oz”)

 139 total views

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.