Superorganism – Superorganism

Ano: 2018
Selo: Domino
# Faixas: 10
Estilos: Pop, Indie Pop, Pop Alternativo
Duração: 33'
Nota: 3.5

Pensa a boa intenção de formar um grupo de oito pessoas que se propõe a, vivendo em uma mesma casa em Londres, fazer música Pop de um jeito criativamente livre. Agora, adiciona ao cenário o fato de que cada membro vem de um lugar diferente do mundo (Japão, Coreia do Sul, Nova Zelândia e Austrália, além do Reino Unido). Para completar, absorva a ideia de que a vocalista (a pessoa em maior destaque nas fotos, a que está a frente dos shows) é uma garota de 17 anos fã de Weezer.

Superorganism esbanja um misto de charme Indie com um carisma natural desde o seu contexto até a sua música, que chega ao formato LP sob o próprio nome do octeto. Seu som, acredite, é mais ou menos o que você espera ao ler uma descrição dessas: Indie Pop de uma vibe Eletrônica aqui, mais “banda” ali e com uma cara intencionalmente descompromissada sempre.

Com letras no geral narrativas e cheias de substantivos, suas canções narram uma espécie de tédio inconformista, fazendo generalizações absolutas como Everbody Wants to Be Famous e Nobody Cares – sim, bem adolescente mesmo. É a pessoa ancorada no sofá com preguiça da vida que coloca uma foto no Instagram ostentando esse espírito e de olho nos likes.

A música tem isso também, inclusive na nomenclatura Pop que lhe é dada. Toda a produção é muito caprichada e quase nos distrai do quanto Superorganism é um disco cansativo, visto que um só clima, em uma variedade não muito grande de timbres, é trabalhado da primeira à última música. Há uma vontade de criar livremente, mas o grupo parece muito mais comprometido à missão de ser um novo porta voz do que é cool.

No fim das contas, Superorganism não atinge o refinamento de uma Little Dragon, nem se esbalda no Pop assumido de uma Years & Years, mas entrega uma coleção de canções bem produzidas, ainda que muito confiantes de que a identidade da banda seja, por si só, seu produto mais vendável.

(Superorganism em uma música: Everybody Wants to Be Famous)

674 total views, 1 views today

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.