Resenhas

Teen Daze – A World Away

Apesar de algumas falhas, produtor continua a mostrar seu talento

 1,876 total views

Ano: 2015
# Faixas: 7
Estilos: Chillwave, Dream Pop, Ambient Music
Nota: 3.0
Produção: Jamison

Teen Daze é o J. R. R. Tolkien da música Chillwave/Dreampop. A comparação com o famoso escritor vem da capacidade que o produtor tem de criar mundos extremamente complexos e verossímeis, a partir do momento em que nos sentimos acolhidos pela eteriedade e hipnose desta nova realidade. Responsável pela produção de ótimos clássicos da Chillwave, como o último lançamento Glacier e o disco de 2012 The Inner Mansions, Jamison não perdeu tempo para a elaboração de um novo mundo e, assim, mal começado o novo ano, A World Away é lançado. Entretanto, teria essa pressa refletido na qualidade do disco?

Não estamos questionando a validade e atualidade das músicas, afinal encontramos durante o curto registro excelentes exemplos de que a harmonização de timbres e a construção de uma estrutura sólida para a composição são marcas fortes e recorrente nos trabalhos de Jamison. I Feel God In The Water talvez seja o melhor exemplo destas caracerísticas aplicadas na prática. Durante os pouco mais de quatro minutos de execução, somos envoltos por uma aura extremamente aconchegante criada por sintetizadores e pads, todas dentro de uma estética já conhecida do produtor, mas não por isso mais entediantes.

Entretanto, encontramos alguns momentos nos quais é possível notar uma rachadura se firmando nos mundos de Teen Daze. Na faixa Than, uma repetição monótona da linha rítmica sustenta harmonias e barulinhos baseados em um único tom, como se fossem uma espécie de Jagwar Ma mal executado. A faixa Desert mostra o mesmo campo da problemática, porém mais concentrado na repetição melódica e ausência de uma batida. Não que estas duas composições sejam inaudíveis, mas elas acabam contribuindo para um estranhamento na percepção total do disco, algo inédito até então na obra de Teen Daze.

No final, o que temos é um pequeno deslize que, quando visto no panorama geral da discografia do produtor, parece pequeno. De qualquer forma, é um bom registro que ainda mostra o indiscutível talento e relevância de Teen Daze na Chillwave. Apesar de algumas falhas, vale a pena uma escutada, nem que apenas para conhecimento geral. Não estamos tratando de seu melhor momento, mas certamente não é o pior também.

Uma prova da humanidade e habilidade criacionista de Jamison.

 1,877 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Jagwar Ma, Bibio, Craft Spells
ARTISTA: Teen Daze

Autor:

Designer frustrado, julgador de capas de discos e odiador daqueles que põem o feijão antes do arroz.