The Lumineers – The Lumineers

Trilha sonora pra qualquer momento, perfeita para quando se está em um pub bebendo com os amigos, ou até para quando se está ouvindo o disco sozinho em seu quarto

3,768 total views, no views today

Ano: 2012
Selo: Dualtone Music
# Faixas: 11
Estilos: Folk, Indie Folk
Duração: 42:10
Nota: 4.0
Livraria Cultura: 29784433

Esse é um tipo de disco que você consegue se conectar facilmente, a simplicidade e rusticidade apresentadas no primeiro trabalho do The Lumineers facilitam essa empatia à primeira audição. Mesmo, às vezes, soando como o Fleet Foxes, ele não precisa ser extravagante demais, nem ousado demais, para soar musicalmente válido nessa nova cena do Folk. O gênero não é extravagante, é honesto e despido de grandiosidade, e é exatamente isso que faz desse um ótimo disco.

A sinceridade e autenticidade com que estas histórias nos são contadas nos fazem sentir como se estivéssemos em um bar conversando com nossos melhores amigos, e cada música representa um deles, com suas diferenças e o que cada um deles tem a nos contar, amor, felicidade, companheirismo ou desabafos na mesma mesa de bar.

A forma como o disco foi gravado, às vezes parecendo uma gravação caseira, e como ele nos é apresentado criam uma conexão forte entre artista e ouvinte, e logo nos primeiros minutos já sente-se uma empatia muito grande pela obra.

Flowers In Your Hair abre o disco com seu violão dedilhado e com a voz do vocalista e compositor Wesley Schultz nos falando sobre amor e amadurecimento. Seguindo a mesma linha do Mumford & Sons, a música explode no refrão, quando todos os instrumentos entram e criam um grande clima festivo, remetendo ao Bluegrass.

Dead Sea tem, além de belíssimos arranjos construídos com um violão e um violoncelo, letra que mais parece poesia musicada, com a grande diferença de um refrão bem marcante. Ho Hey é o grande single do disco e, como tal, vem cheia de uma energia juvenil com uma letra apaixonada e sonhadora. A música ganha força com suas fortes batidas e o “hey ho” ecoando por toda a música.

Ainda nessa sequência, nos deparamos com uma das mais belas canções do disco: Slow It Down, que desacelera o ritmo, com uma dobradinha de cordas criando uma harmonia incrível que serve como pano de fundo para a voz de Schultz. Big Parade volta ao Bluegrass com seu ritmo forte, marcado por um bumbo pulsante e percussão simples, e o piano dá um toque especial à música.

Com muita honestidade e um impetuoso letrista, o The Lumineers fez um disco de Folk como não se via há muito tempo, com uma simplicidade que consegue deixá-lo perfeito para esses e outros momentos.

3,769 total views, 1 views today

BOM PARA QUEM OUVE: Mumford & Sons, Bowerbirds, Bon Iver
ARTISTA: The Lumineers
MARCADORES: Folk, Indie Folk

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts