Resenhas

The Sorry Shop – Mnemonic Syncretism

Sabendo trabalhar bem com as diferentes proposições do gênero, banda mostra cada vez mais intimidade e domínio do estilo

2,273 total views, no views today

Ano: 2013
Selo: Independente
# Faixas: 10
Estilos: Shoegaze, Dream Pop, Lo-Fi
Duração: 38:57
Nota: 3.5
Produção: Régis Garcia/The Sorry Shop

Após seu primeiro disco de estúdio lançado ano passado, The Sorry Shop consegue voltar ainda melhor. Seu sucessor, Mnemonic Syncretism, chega mais enraizado no Shoegaze trazendo melodias mais sublimes ao mesmo tempo que arrastadas em meio ao característico fuzz. Mais enxuto que seu antecessor, agora com dez faixas frente às quinze anteriores, o álbum vem mais dinâmico e na medida certa em elementos e duração, para os fãs do estilo.

Apesar do trabalho anterior levar fuzzy em seu título, é neste novo disco que vemos maior uso do efeito e de walls of sound, resultando em uma sonoridade mais apegada às raízes de bandas como My Bloddy Valetine, Slowdive, Ride e cia. Com boas construções instrumentais, as canções não deixam a desejar para nomes mais conhecidos do gênero e resultam numa obra coesa e de fácil identificação.

As três primeiras faixas nos mostram que a banda consegue trabalhar muito bem em cima dos diferentes humores que o estilo apresenta. Na primeira, Star Rising, nos deparamos com uma sonoridade mais doce, que vem na dose certa e cumpre bem seu papel de trazer maior tom melodioso à canção. Logo a seguir, Cold Song faz jus a seu nome e se apresenta com um ar gélido, introspectivo e fechado, mas ao mesmo tempo acolhedor, apresentando um contraste incrível em uma canção que passeia pelo Dream Pop e seu ar etéreo. A batida e o slide entre microfonias no início de Rooftops of Any Town já nos dá a dica do que iremos encontrar: o lado mais cru e ríspido com suas guitarras mais raivosas e, ao fundo, percussão e baixo marcantes. Além das faixas citadas, vale o destaque para a entorpecente, e até certo ponto psicodélica, faixa título, que surge como um bom elemento diferenciado na obra.

Seguindo por essa tônica, o álbum se apresenta por entre as faixas pelos variados moldes que o Shoegaze proporciona, trazendo à obra um bom exemplar técnico e emocional ao ouvinte. Além disso, tal evolução nos mostra que cada vez mais os gaúchos da The Sorry Shop estão gerando mais intimidade e conseguindo dominar cada vez mais o estilo Ouça abaixo e faça o download de Mnemonic Syncretism, e viva por pouco mais de 38 minutos um verdadeiro sincretismo de emoções através de seus ouvidos.

2,274 total views, 1 views today

Autor:

Marketeiro, baixista, e sempre ouvindo música. Precisa comer toneladas de arroz com feijão para chegar a ser um Thunderbird (mas faz o que pode).