Resenhas

Toro y Moi – Freaking Out

Conhecendo o lado mais dançante de Chaz Bundwick, o que começou com Chillwave resolve acordar pra sacudir o esqueleto. Com um som inspirado na Disco Music, temos ainda algumas influências do Dream Pop e Soul

1,487 total views, no views today

Ano: 2011
Selo: Carpark Records
# Faixas: 5
Estilos: Chillwave, Synthpop
Duração: 19:45
Nota: 4.0
Produção: Chazwick Bundick

Abandonando de vez o clima chill, Toro Y Moi, no EP Freaking Out, cai no ritmo dançante da Disco. O artista consagrado pela Chillwave abandonou de vez o estilo e se direciona muito mais para o Pop dançante. Há quem critique essa mudança, mas Chaz Bundick já estava seguindo essa trilha no seu segundo álbum, o Underneath the Pine.

Com influências diretas do Dream Pop e do Soul, esse disco se apresenta todo dançante e animado. Deixando de lado a produção caseira nesse EP, Bundwick gravou em um estúdio e nota-se um som menos carregado e muito mais direto que nos seus trabalhos anteriores.

Seu vocal ainda continua a marca registrada do projeto e sua paixão por músicas para dançar fica evidente nesse trabalho. As músicas se apresentam com algo entre Prince e Alexander O’Neal (a faixa Saturday Love é um cover de Alexander com Cherrelle), mostrando uma rica influência de gêneros e artistas.

All Alone, muito mais dançante que o normal, abre o disco mostrando esse novo lado do Chaz. Freaking Out, além de batizar o EP, já traz no próprio nome o propósito do disco. Sweet, num clima bem Disco, tem efeitos incríveis e hipnóticos, perfeitos para a pista de dança. Saturday Love é cover do disco com uma pegada Dream Pop. I Can Get Love tem início que lembra muito Vogue da Madonna e fecha esse EP incrível.

Cada vez mais saindo da tag Chillwave, Bundwick prova que faz um ótimo som independente do estilo. O único problema de Freaking Out é ser muito curto.

1,488 total views, 1 views today

BOM PARA QUEM OUVE: Washed Out, SILVA, Neon Indian
ARTISTA: Toro y Moi
MARCADORES: Chillwave, Synthpop

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts