Resenhas

Yuna – Nocturnal

Albúm doce de Yuna, uma excelente alternativa à música Pop, é o ponto mais alto (até agora) de sua carreira em ascensão

 3,748 total views

Ano: 2013
Selo: The Verve Music Group
# Faixas: 11
Estilos: Pop, Paop Alternativo, Singer-Songwriter
Duração: 39:30
Nota: 4.0
Produção: Chris Braide
Itunes: http://clk.tradedoubler.com/click?p=214843&a=2184158&url=https%3A%2F%2Fitunes.apple.com%2Fbr%2Falbum%2Fnocturnal%2Fid703116

O cenário das cantoras Pop que se situam nos limiares da música alternativa tem crescido gradativamente, formando um panorama muito interessante e promissor. Os exemplos de Lorde, Sky Ferreira e Lykke Li me vêm à mente sem muito esforço. Assim também é com Yuna, cantora natural da Malásia, mas que conta com uma história própria que as destaca das demais.

Embora apresente um acompanhamento orgânico em seus shows ao vivo até então – bateria, e baixo acompanhados de um violão e pedais de efeito simples – a produção de Nocturnal transita da instrumentação mais simples a arranjos eletrônicos sofisticados (o que lhe rendeu a comparação com as três artistas no parágrafo anterior). Mas, longe da escuridão e do sarcasmo melancólico das anteriores, Nocturnal, de “noturno”, não tem nada. E sim uma aura doce que lembra o universo da africana Mayra Andrade (as duas, aliás são muito parecidas no timbre e fisicamente), ou mesmo da canadense Feist, além de um swing R&B, comprovado pela bem cotada versão de Thinking Bout You, cover de Frank Ocean, que a artista vinha apresentado anteriormente

A produção de Chris Braide para este álbum embora comece com arranjos mais elegantes e eletrônicos – ouça como o álbum abre lindamente com as ótimas Falling e Mountains – aos poucos vai se transformando numa formulação Pop um pouco mais fácil nos padrões mais “digestivos” (digamos assim) dentro do que há de mais comum no gênero (os refrões pegajosos de Rescue, Come Back e I Wanna Go não me deixam mentir) o que deixa Yuna, com toda a capacidade que tem, pronta para encarar o mercado muitas vezes feroz da música Pop dos Estados Unidos com maestria.

Vindo da ascensão de sua carreira desde suas premições desde 2009 na Malásia, e com o marco de Janeiro do ano passado, ocasião em que se muda para os Estados Unidos e seu primeiro single debuta nos ITunes lhe rendendo boas críticas mundiais, Nocturnal é um álbum doce e animado – apesar dos temas que recorrem às bastante conhecidas decepções amorosas – que tem tudo para firmar o nome de Yuna como uma ótima alternativa da música Pop.

 3,749 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Mayra Andrade, Frank Ocean, Feist
ARTISTA: Yuna

Autor:

é músico e escreve sobre arte