Resenhas

Zeds Dead – Hot Sauce EP

Duo canadense cria 5 faixas que usam o Dubstep como plataforma para explorar outros estilos como o Drum & Bass, Deep House e Glitch

1,463 total views, no views today

Ano: 2013
Selo: Mad Decent
# Faixas: 5
Estilos: Dubstep, Drum'n'Bass, Deep House
Duração: 16:54
Nota: 3.0
Produção: DC e Hook

O duo canadense Zeds Dead, desde suas primeiras incursões musicais, ficou conhecido pelo seu som exploratório e diversificado que busca como base o Dubstep, mas que não se detém somente nele. A seu mais novo EP, DC e Hook trilham esse mesmo caminho, criando um trabalho que caminha entre Drum & Bass, Deep House e Glitch em cinco composições instrumentais inéditas.

A obscura Demons abre o pequeno Hot Sauce EP mostrando o lado pesado e pulsante dos sintetizadores que, juntamente às notas esparsas do piano, criam a trilha prefeita para algum filme de terror. A faixa ainda apresenta alguns recortes sonoros de falas, suspiros e som de facas em meio aos potentes wobble bass. Seguindo para outro caminho completamente distinto, Mr. Sub (que ganha seu nome em homenagem a uma rede de sanduicherias da terra-natal do duo) cria um espaço para o minimalismo dentro do pequeno EP. A música se aproxima bastante da Deep House, amalgamando os fortes baixos aos sintetizadores espaciais.

Playa leva a sonoridade da obra para outro caminho, mostrando influências do Hip Hop, não só nas inserções vocais, mas também nas batidas. A música também apresenta um quê dos artistas da gravadora Mad Decent, algumas delas crias de Diplo, com seu clima dançante e experimental. A frenética Rave, em seus pouco mais de três minutos, apresenta batidas aceleradas de Break e recortes do que parece alguém tomando fôlego para continuar dançando incessantemente ao som da faixa. Trouble encerra o EP apresentando mais uma vez influências do Hip Hop e usando os sintetizadores distorcidos e altos para criar a melodia enquanto o um piano cadenciado ajudar a criar junto às batidas o ritmo da faixa.

Hot Sauce EP cria um bom apanhado oscilante de faixas que sabem brincar com a dose certa dos elementos que utiliza e certamente irá botar muita gente para dançar com seu Dubstep múltiplo (incluindo quem vai ao Lollapalooza São Paulo em março de 2013).

1,464 total views, 1 views today

BOM PARA QUEM OUVE: Skrillex, Flux Pavilon, Burial
ARTISTA: Zeds Dead

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts