Austra – Sónar SP 2012

Com sua ópera Indie, a banda canadense passou por alguns problemas no palco, mas o resultado final foi satisfatório

 1,701 total views

Fotos: Robson Bento/ Getty Images LatAm (Fan Page Sónar)
Nota: 3.0

Com um clima de ópera Indie, o Austra fez um show performático e dançante. Além dos problemas técnicos do som (como em quase todos os shows que aconteceram no SonarHall), a banda enfrentou mais um problema: ser escalada no mesmo horário da dupla canadense Chromeo. Mesmo assim, havia fãs fervorosos que cantavam e dançavam ao embalo do Electro sombrio.

A vocalista Katie Stelmanis, que tem formação em música clássica e uma voz poderosíssima, foi claramente prejudicada pela má regulagem do som, que muitas vezes saiu abafado, sem contar as ocasionais microfonias. Mesmo com todos esses problemas, a loira não desistiu e tentou animar o pequeno público que estava lá. Valeu a tentativa, mas a empolgação veio somente em duas músicas, os singles Beat and the Pulse e a hypada Lose It.

A banda apresentou canções do seu primeiro disco, Feel It Break (2011). Enquanto as músicas rolavam, as gêmeas Sari e Romy Lightman além de fazerem os vocais de apoio, dançavam e balançavam os braços loucamente. Outro ponto bem legal da apresentação foram as projeções psicodélicas que passavam ao fundo. Sem se importar muito em entregar seu grande hit logo de cara, Lose It foi tocada entre as primeiras músicas do set.

Entre uma música e outra, a vocalista soltava um tímido “obrigado” com um sotaque bem carregado. Hate Crime, foi outra música que tentou erguer o ânimo do público, mas sem muito sucesso. Volta e meia, o som piorava, com microfonias e um vocal abafado, e mesmo toda a teatralidade das garotas no palco não conseguiu prender a atenção do público. Mais para o fim do show, curiosamente, o auditório começou a encher, possivelmente pelo fim da apresentação do Chromeo, que fez com que o pessoal tenha ido ver os canadenses antes de ir embora.

The Villain foi outra que chamou a atenção no set das garotas, logo aos primeiros toques do sintetizador os fãs gritavam e se animaram bastante com a música. O show acabou sem muita empolgação no bis e, no fundo do auditório, podia se observar algumas pessoas dormindo nas confortáveis cadeiras. Creio que, sem os inúmeros problemas enfrentados pela banda, o show teria sido muito melhor.

 1,702 total views

ARTISTA: Austra
MARCADORES: Sónar SP 2012

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts