Emicida – Sónar SP 2012

Rapper anima público curioso a respeito de sua música na primeira noite do festival

 1,909 total views

Fotos: Mauricio Santana
Nota: 3.5

Um público curioso marcou presença no palco SónarVillage durante a primeira noite do festival para conferir de perto o tão falado rapper Emicida. Digo isso porque a maioria esmagadora dos presentes não sabia cantar quase nenhum verso, mesmo das canções mais famosas, ao mesmo tempo que prestava atenção demais no show, como quem testemunhava algo pela primeira vez, ou estava na expectativa de algo acontecer que explicasse toda a hype em volta do músico.

Ele apareceu acompanhado de DJ e guitarrista, logo conquistando a simpatia de todos, que respondiam aos seus comandos e gestos, como se aceitassem fazer parte da festa, da experiência. Mesmo sem conhecer as letras das músicas, o povo ouvia a mensagem e expressava seu apoio às causas e casos relatados pelo rapper.

Sempre conversando com os músicos e com a plateia, Emicida tocou seus sucessos em frente a projeções com design simples, mas que sempre funcionam muito bem com suas rimas, ou a seus videoclipes, como Zica, Vai Lá e Triunfo, que encerrou o espetáculo. Dedo na Ferida, a música que o levou à prisão no dia seguinte, não ficou de fora do setlist, assim como seu pedido para o público levantar o dedo do meio contra os políticos.

Nessa hora, duas meninas do meu lado aproveitaram para chegar perto da grade e tirar fotos com o celular mostrando o dedo com o palco do rapper ao fundo. Ali perto, um grupo de amigos que parecia nunca ter ouvido a música se divertiu erguendo as mãos no gesto. Mais do que nunca, ficava evidente o quanto um grande número dentre o público estava lá mais para conferir como é um show de Emicida, ou poder contar depois que o viu ao vivo, do que para curtir seu trabalho.

É uma pena que, em um show de Hip Hop, as palavras do rapper estivessem tão emboladas no som em diversos pontos do ambiente, mas isso não chegou a atrapalhar o pessoal – até por que a impressão é que qualquer coisa que ele falasse ali seria válida, já que o que importava era estar em um show de Emicida. Por outro lado, o músico fez um bom trabalho em um set de uma hora que, se não comunicou sua mensagem integralmente ao público desatento, conseguiu divertir todos com as batidas agressivas junto da guitarra pesada.

 1,910 total views

ARTISTA: Emicida
MARCADORES: Sónar SP 2012

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.