Ian Ramil – SESC Pompeia, SP

Canções de seu álbum de estreia ganham mais sentido com performance cativante

 3,302 total views

Fotos: Lucas Lanzoni
Nota: 4.5

Sabe quando um show te pega de surpresa? Você sai do trabalho com a cabeça cheia, atravessa a cidade em duas conduções e, logo na primeira música, tudo já faz muito sentido e você se lança na experiência de deixar-se envolver com uma excelente apresentação. Minhas expectativas para ver Ian Ramil não eram baixas, mas ele superou cada uma delas na noite de terça-feira, 12 de agosto, em sua passagem pelo SESC Pompeia, na capital paulista.

Acompanhado de alguns velhos conhecidos nossos (Martin Estevez e Felipe Zancanaro, respectivamente o ex-baterista e o guitarrista de sempre da banda Apanhador Só) e de uma variedade grandes nos timbres (tanto no quesito violão/guitarra quanto nos sopros), o músico de Porto Alegre demonstrou no palco suas melhores qualidades, expandindo as impressões que já eram favoráveis de seu álbum de estreia, Ian.

Seu vocal possui um carisma mais perceptível ao vivo. É um timbre interessante e é legal notar como a voz não muda praticamente nada quando ele fala. Nas variações das músicas (dentro das próprias faixas e de uma para outra), ele brinca com graves e falsetes dentro de seu jeito característico de cantar. Ele tem um jeito meio de moleque, meio de cara maduro, que chama a atenção nos sorrisos e caretas, ou quando ele senta pra curtir sorrindo um momento instrumental. Esse sabe fazer show.

Não poderia ter escolhido melhor os convidados: Alexandre Kumpinski (também Apanhador Só) fez dueto em Rota e Nescafé, composições escritas em parceria e gravadas pelos dois, e Filipe Catto caprichou (como sempre) em Mas Não, uma das músicas apresentadas que não estão em Ian, assim como Devagarinho e Coquetel Molotov, reservadas para o bis.

Entre amigos, fãs já conquistados e admiradores imediatos, Ramil fez suas composições crescerem (é interessante notar como os refrões ganham mais vida ao vivo) enquanto entregou uma experiência que eu não vejo a hora de ter de novo.

 3,303 total views

ARTISTA: Ian Ramil
MARCADORES: SESC Pompeia

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.