Marcelo Camelo

Em clima intimista na comedoria do SESC Belenzinho em São Paulo, o cantor faz show impecável da turnê de seu segundo disco, “Toque Dela”

2,084 total views, no views today

Fotos: Diego Ciarlariello
Nota: 4.0

Foi em clima de jantar com couvert artístico que Marcelo Camelo passou por São Paulo com a turnê do disco Toque Dela nesse mês de fevereiro. As três apresentações aconteceram nos dias 09, 10 e 11/02 na comedoria do Sesc Belenzinho. O Monkeybuzz esteve presente no primeiro dia.

Muito à vontade, o vocalista do Los Hermanos pareceu estar realmente satisfeito com o trabalho solo que tem feito desde seu hiato com a banda. Apesar de não ter agradado grande parte dos antigos fãs, o compositor apresenta um trabalho muito consistente em seus dois últimos álbuns, refletido em suas ótimas apresentações ao vivo.

A impecável acústica do SESC, aliada à paulistana Hurtmold e a um potente naipe de metais, deram às canções ao vivo uma força extra no palco, incentivando todos a levantarem de suas mesas e acompanharem mais de perto o show. A plateia contou também com a ilustre presença de Rodrigo Barba, baterista do Los Hermanos que foi prestigiar o amigo.

O setlist começou com a trinca A Noite, Ôô e Tudo que você quiser, que iniciam seu novo disco. Ambas já animaram os presentes e fizeram levantar os poucos que ainda terminavam seus jantares naquela noite de quinta-feira. Em Janta, faixa em que Camelo canta com sua mulher Mallu, dava para ver em todos uma leve esperança de que a cantora aparecesse para uma participação, mas o marido a substitui por seu potente assovio para acompanhar a melodia música.

O show todo correu muito bem, com um público muito animado e curtindo sair da rotina da semana, assistindo a um dos mais influentes artistas brasileiros da atualidade, mas foi na última música que percebemos mais um motivo da maioria estar ali. Além do Que Se Vê despertou a vontade contida que o público estava de cantar músicas de uma banda que marcou a juventude da época e continua multiplicando seus fãs até hoje. Como é comum ver nas apresentações ao vivo dos Los Hermanos, ela foi cantada como um hino do começo ao fim.

Apesar de não ter cumprido (e também por não ter essa obrigação) a impossível tarefa de agradar a todos os fãs de sua antiga banda, Camelo atraiu boa parte deles e está conseguindo suprir a falta que sentem de seus trabalhos com os hermanos. Em êxtase, o cantor encerrou o show dizendo que, no dia seguinte, atenderia a mais pedidos dos fãs, que haviam esgotado em poucos dias as entradas para as três apresentações do carioca na capital paulista.

2,085 total views, 1 views today

MARCADORES: SESC Belenzinho

Autor:

Nerd de música e fundador do Monkeybuzz.