SILVA – Sesc Vila Mariana, SP

Show estendido intercala faixas novas e antigas e lota teatro com fãs de todas as idades

3,725 total views, no views today

Fotos: Fernando Galassi/Monkeybuzz
Nota: 4.0

Desde o lançamento de Vista Pro Mar, poucos shows de SILVA com seu novo repertório foram apresentados, principalmente na capital paulista – que até então tinha se deparado com um tira-gosto das canções no Lollapalooza Brasil deste ano. Como de praxe, a nova geração brasileira de cantores sempre consegue trazer um bom público para seus shows, principalmente em locais como SESC, que tem boa estrutura e bom preço.

Pontual como sempre, o capixaba Lucio Silva adentra o palco ovacionado pela sua gama de fãs, que se mostra cada vez maior ao passar do tempo e com o crescimento de sua carreira. Se em abril, no grandioso Festival de Perry Farrell, o músico se virava com um repertório inteiro novo e um curto tempo de show, agora a calma vai de encontro com a sintonia do novo disco e tudo é mostrado a seus entusiastas de maneira menos afobada.

Abrindo com a faixa que nomeia o novo álbum, Lucio fez um show intercalando canções recentes e faixas de Claridão, seu trabalho de estreia de 2012. Recheado de momentos ainda mais intimistas, fator um tanto particular do segundo disco de SILVA, os fãs do rapaz puderam ver ao vivo uma vertente ainda mais particular do cantor, que agora é acompanhado de uma banda completa e se mostra mais livre, podendo dedicar momentos só ao canto ou então empunhar uma guitarra. A nova formação também deu outra dimensão à sonoridade do artista – principalmente nessa noite, que contou com a participação especial de quarteto de metais da banda Bixiga 70, deixando os samples de lado e trazendo a boa crueza dos sopros ao vivo.

Hits como 2012, 12 de maio e a balada romântica A Visita ao violino tiravam gritinhos de todos os cantos do auditório e não deixaram saudosos quem não conhecia apenas as novas faixas. O que de fato acabou ficando um pouco desamarrado foi a ordem das canções no decorrer do show, que às vezes seguia como uma montanha-russa, indo da extrema quietude de Ainda para um estouro animado de Claridão – provavelmente um teste de início de turnê pra ver como é a reação do público.

O bis foi com a bela composição Janeiro, mesmo com muitos pedidos diversos dos fãs. Lucio convidou os presentes a ficarem de pé e virem pra perto do palco, e assim aconteceu: Uma salva de palmas infindáveis coroa o crescimento constante do rapaz que ainda deve chamar muita atenção tanto dentro do Brasil quanto além-mar.

3,726 total views, no views today

ARTISTA: SILVA
MARCADORES: Resenha

Autor:

Jornalista por formação, fotógrafo sazonal e aventureiro no design gráfico.