Single Parents + Wannabe Jalva + SILVA – Cine Joia, SP

Cada um seguindo um estilo diferente, a tríade fez ótimas apresentações mostrando um resumo da nova cena independente

2,212 total views, no views today

Fotos: Fernando Galassi, Monkeybuzz
Nota: 4.0

Três bandas, três sons completamente diferentes. Esse foi o clima da noite de sexta feira no Cine Joia. Do mais agressivo trazido pelos paulistanos do Single Parents até o mais sonhador do capixaba SILVA, passando ainda pelo Indie dançante do Wannabe Jalva, os shows trouxeram um resumo da cena independente nacional, mostrando sua pluralidade e efervescência.

Com sets curtos, cada um dos artistas teve de diminuir sua lista padrão de músicas e trazer só as melhores, ou as que mais se adaptavam à ocasião – coisa que as três bandas souberam fazer muito bem e o que foi ótimo pra quem foi ver só uma das atrações e pôde ter um bom primeiro contato o restante das bandas.

Começando a noite com muita distorção e efeitos (e, porque não, muito barulho), o Single Parents fez um show impecável. Pra transportar as músicas de Unrest aos palcos, o trio se transforma em uma banda maior, ganhando até três integrantes a mais em algumas músicas. Fora o par de guitarras que está presente o show inteiro, a sonoridade crescia com a presença de um violão e de um violino, que apareceram juntos em Daydreaming.

Para abrilhantar ainda mais a apresentação do trio, sobe ao palco Clemente Nascimento, dinossauro do Rock brasileiro e membro do Inocentes. Com toda sua experiência e domínio de palco, ele fez uma ótima parceria com a banda. Luzes, da Plebe Rude, ganhou uma interpretação extra de Clemente tocando guitarra à la Pete Townshend. Esse foi um dos grandes momentos da apresentação, que foi fechada com um breve caos gerado pela distorção e microfonia, lembrando o que uma das maiores inspirações da banda, o Sonic Youth, fazia.

O segundo show da noite não tardou em acontecer. Os garotos do Wannabe Jalva foram escolhidos para agitar o público com seu som animado e festivo. Com a “cozinha” muito bem montada, as guitarras e sintetizadores ganhavam espaço para brilhar e botar todo mundo pra dançar. Um dos maiores singles do álbum Welcome to Jalva, Something New, foi uma das músicas mais festejadas pelo público e também uma das mais dançadas.

Como já de costume em seus shows, a banda fez um cover especial. Em uma junção bem inusitada, o quarteto experimentou um medley entre On’n’On do Justice com Kashimir do Led Zeppelin. E, não é que a versão ficou bem legal? O show ganhou um fim inesperado com You and I em uma sessão alongada, que ganhou novas partes que não estavam presentes no disco. Fechando também de forma caótica, onde as guitarras construíam um cenário desordeiro e frenético, a banda se despediu do público, mas não sem antes dizer que era um prazer estar de volta em São Paulo e tocar com mais dois ótimos nomes como Single Parents e SILVA.

Fechando a noite, o capixaba Lucio Silva, acompanhado de Hugo Coutinho na bateria e nas batidas eletrônicas, fez um show com cara de teste de músicas do novo disco. É claro que as mais conhecidas, que estavam no EP lançado no ano passado, foram as mais comemoradas e cantadas, mas algumas, como 2012 e Claridão, já estavam na boca de muita gente. Com mais canções novas preenchendo o set, essa foi a oportunidade perfeita de experimentar com outros elementos e explorar uma tendência que já gerou muito falatório, o uso de Auto Tune. A faixa é boa e parece ter agradado quem estava por lá, mas resta ver como ela vai soar em estúdio.

A dinâmica do show está melhor do que a que vimos no Sónar SP desse ano. A dupla agora está mais entrosada e mais consciente da própria sonoridade, sabendo como transportar as músicas do estúdio para os palcos com mais eficiência. A timidez do vocalista ainda é um problema a se resolver, mas não é algo que prejudica o show, que tem um clima mais ameno e não pede esse contato maior com a plateia. Mesmo com a impossibilidade de um bis, por conta do horário, a dupla se despediu sob fortes aplausos do público, um desfecho merecido para uma ótima noite.

2,213 total views, 1 views today

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts